Ciências (Licenciatura)

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 153
  • Item
    Acesso aberto (Open Access)
    Educação financeira no ensino fundamental II
    (Universidade Federal de São Paulo, 2024-03-22) Akamine, Isadora [UNIFESP]; Morais, Rosilda dos Santos [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/8411023309452408
    Este Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) foi desenvolvido no segundo semestre de 2023 no curso de Licenciatura Plena em Ciências com habilitação em Matemática. Relata-se sobre a trajetória profissional que levou à problematização sobre a importância da Educação Financeira, especialmente para os estudantes do Ensino Fundamental II. A pesquisa se fundamenta nos preceitos da Educação Matemática Crítica e tem como objetivo principal encontrar maneiras de trabalhar a Educação Financeira por meio de situações-problema de forma que os estudantes se tornem participantes ativos do processo de ensino e aprendizagem. O referencial teórico e metodológico da pesquisa baseia-se no princípio de que a Educação Financeira vai além do ensino de conceitos financeiros e envolve os estudantes em uma reflexão profunda sobre as implicações sociais e econômicas das decisões financeiras. Além disso, discute-se a importância da Educação Financeira no contexto das políticas públicas no Brasil e o papel da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF) na promoção da educação financeira e previdenciária da população. Outro ponto abordado na pesquisa é a relação entre Educação Financeira e inflação, destacando a importância de compreender o impacto da inflação no poder de compra dos consumidores. É abordada a necessidade de incluir o conceito de inflação no ensino da Educação Financeira, especialmente considerando o contexto econômico brasileiro. Ademais, a pesquisa analisa a presença da Educação Financeira nos documentos oficiais a fim de contextualizar o histórico da Educação Financeira e sua evolução nos currículos educacionais. Por fim, propõe-se uma sequência didática para o Ensino Fundamental II, que inclui o desenvolvimento de conceitos sobre inflação, poupança, investimentos financeiros, gestão de recursos e consumo consciente, por meio de situações-problema.
  • Item
    Acesso aberto (Open Access)
    #Temciêncianarede: o uso das redes sociais como complemento para o ensino da biologia, uma revisão sistemática da literatura
    (Universidade Federal de São Paulo, 2024-02-27) Pessolato, Ieda Maria Souza [UNIFESP]; Vatimo, Michelle Manfrini Morais [UNIFESP]; Diogo, Yuri Ribeiro [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/8902877450881719; http://lattes.cnpq.br/4095372291910570
    A ascensão das redes sociais transformou de maneira vertiginosa o nosso cotidiano, trazendo consigo mudanças significativas e incontestáveis, como a quebra de barreiras e limites para a comunicação, e a facilidade de conexão com informações e oportunidades. Esse mesmo impacto é observado na esfera educacional, onde as redes sociais se tornaram valiosas ferramentas para compartilhar informações e conhecimentos, difundir descobertas, questionar e explorar temas e conceitos, transformando-se em espaços dinâmicos de ensino-aprendizagem. Neste contexto, o presente estudo se dedicou à compilação de um conjunto de referências bibliográficas relevantes na literatura acadêmica sobre a utilização das redes sociais como recurso complementar ao ensino de Biologia em contextos de sala de aula, tendo como objetivo final caracterizar o estado do conhecimento sobre esse tema no meio acadêmico e identificar lacunas e oportunidades para aprofundamento ou desenvolvimento de novas pesquisas e estudos que possam levar à inovação e ao aprimoramento das práticas pedagógicas.
  • Item
    Acesso aberto (Open Access)
    Uma proposta pedagógica sobre a natureza e as fases da lua no ensino de ciências
    (Universidade Federal de São Paulo, 2021-08-09) Silva, Julia Lacarte; Levenhagen, Ronaldo Severino; http://lattes.cnpq.br/8293062846145066; http://lattes.cnpq.br/8293062846145066
    Neste trabalho propõe-se a criação de uma sequência didática e lúdico para o ensino da Lua e suas fases. O principal objetivo do material em questão é possibilitar ao aluno uma experiência diferente no campo da Ciência e da Astronomia, permitindo a aprendizagem e compreensão do tema, visto que o mesmo não é simples e de fácil entendimento, possuindo muitas barreiras quando ensinado e conceitos errôneos transmitidos, dificultando a compreensão deste. O material em questão a ser utilizado será uma sequência didática utilizando textos e vídeos além de uma HQ criada abordando o tema Lua e fases da Lua, de forma que o aluno aprenda interagindo socialmente, possibilitando que o aluno veja a ciência com outros olhos e tenha um incentivo maior para com a ciências e a Astronomia a partir deste material.
  • Item
    Acesso aberto (Open Access)
    Propriedades ópticas e vibracionais de amostras de turmalina natural
    (Universidade Federal de São Paulo, 2023-12-12) Teixeira, Aline Bento; Künzel, Roseli; http://lattes.cnpq.br/6662626014913141
    A turmalina é um dos compostos mais populares entre as gemas minerais, apresentando a combinação ideal de beleza, durabilidade e raridade. Este material possui excelentes propriedades ópticas e permite diversas aplicações tecnológicas no desenvolvimento de dispositivos elétricos, químicos, entre outros. A rica variedade de cores da turmalina deve-se a sua complexa composição química, podendo exibir uma ampla gama de tonalidades, as quais variam conforme os íons contaminantes incorporados em sua estrutura. Neste trabalho, a composição química das amostras estudadas foi avaliada por meio da espectroscopia por energia dispersiva (EDS) e a fluorescência de raios X. Os resultados das análises de EDS mostram que os principais componentes das amostras de turmalina estudadas podem ser atribuídas principalmente a oxigênio, silício, alumínio e ferro. Na fluorescência de raios X foram observados os elementos característicos da turmalina como Si, Al, Ca, Fe e Mn. O espectro Raman das amostras do estudo se caracteriza por um conjunto de linhas alargadas, indicando a baixa cristalinidade das amostras estudadas ou a sobreposição de bandas provenientes de diversos grupos funcionais. Os dados Raman ilustram bandas atribuídas à ligação Al-O na turmalina rosa em 375 cm-1, enquanto na turmalina verde o Fe é visto na faixa 186 cm-1, e um pico intenso em 1003 cm-1 característico da ligação Si-O. Os resultados sugerem que o aquecimento das amostras de turmalina rosa e verde acarreta modificações estruturais e, potencialmente, alterações de fase nas amostras tratadas a uma temperatura de 1100 °C durante uma hora. A espectroscopia ultravioleta-visível (UV-Vis) mostra que o espectro registrado para as amostras com partículas maiores (75 𝛍���������m ≤x ≤ 180 𝛍���������m) possuem bandas de absorção mais definidas que aqueles registrados para partículas com x ≤ 75 𝛍���������m.
  • Item
    Acesso aberto (Open Access)
    A utilização de história e filosofia das ciências como possível agente de rompimento de barreiras sociais
    (Universidade Federal de São Paulo, 2023-12-11) Bezerra, Taísa Veloso Barreto [UNIFESP]; Testoni, Leonardo André [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/1385972728034443; http://lattes.cnpq.br/6237986456789512
    The presence of the female gender in the history of science is rarely noted and it is important to say that the appearances of women, mostly, boil down to Marie Curie and several reasons influence her visibility in the scientific world. The fragmentation, distortion and false sense of linearity of scientific thought contribute to a point of view in which women are erased, as for other minority social classes. The article below allows a reflection on the approach of History and Philosophy of Science, the patriarchy and comics as an active methodology in the teaching-learning process in elementary school. We sought a relationship between history of science and women in science, looking forward to the comprehension of the process in which science is made as complex, demystifying and denying the stereotip of the scientist itself, showing the main role of women in the history of science, during science teaching and searching strategic methods for the teacher to identify ways to bring history of science and social questions to the class while being capable of teach the main content, following the official state documents. With that mindset, the present article is based on the social representation theory by Moscovici, studied by Arruda (2002), and the ideas of the new history of science, taking by the main references the articles by Baldinato and Porto (2008) and Forato et al. (2011), then outlining a critical discussion on the use of history and philosophy of science in the art of breaking down social boundaries and criticizing the stereotypes seen in scientists.