Análise do processo de dispensação de recursos de tecnologia assistiva pelo SUS segundo a abordagem centrada na família

Análise do processo de dispensação de recursos de tecnologia assistiva pelo SUS segundo a abordagem centrada na família

Alternative title Process analysis of the disposal of assistive technology resources at SUS according to family-centered approach
Author Pereira, Ana Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Santos, Maria da Conceição dos Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Tecnologia assistiva (TA) é um recurso fundamental capaz de promover a funcionalidade, a independência e autonomia das pessoas com deficiência. No Sistema Único de Saúde brasileiro, os princípios do acesso universal e da integralidade do cuidado preveem a dispensação da TA como direito assegurado a essa população com vistas a atender suas necessidades específicas de saúde e de participação social. E a abordagem centrada na família tem como pressuposto colocar os familiares de crianças com deficiências numa posição de tomada de decisão durante as intervenções realizadas com a criança, desse modo ao garantir o maior envolvimento dos familiares aumenta as chances de resultados positivos para aqueles que vivenciamsituações de limitação na realização de atividades cotidianas. O objetivo desse estudo foi identificar, sob a ótica dos familiares de criança com deficiência, elementos da abordagem centrada na família presentes nos encontros terapêuticos durante o processo de dispensação de recursos de TA no SUS. Para tanto, utilizou-se da metodologia da pesquisa qualitativa, entrevistando-se cinco mães de crianças com deficiência, analisadas na vertente temática. Associou-se à produção dos dados, uma coleta de dados econômicos e sociodemográficos das mães e crianças participantes do estudo. As cinco participantes do estudo foram mães de crianças com deficiência – três munícipes de São Vicente e duas de Praia Grande. A idade das mães variou entre 25 e 42 anos; apenas uma delas tinha emprego formal. Com relação às crianças, todas meninas, a idade variou entre um e nove anos. As cinco crianças tinham quadro de deficiência motora, e duas delas com deficiência intelectual associada. As órteses de posicionamento e a cadeira de rodas foram os tipos de recurso de TA utilizados pelas crianças. A análise temática das entrevistas com as mães apontou que apresença de elementos da abordagem centrada na família nos encontros terapêuticos é frágil. A maior parte dos encontros terapêuticos entre os profissionais da assistência reabilitacional e estas mães foi marcado pela abordagem reabilitacional orientada pelo modelo biomédico, com relações interpessoais verticalizadas e baixa valorização das queixas e demandas das mães. Tais encontros geraram sentimentos de insatisfação e preocupação por parte das mães acerca da resolutividade, uso e meios de manutenção e conservação dos recursos de tecnologia assistiva adquiridos, induzindo à busca solitária de soluções ao longo do tempo. Encontros terapêuticos dessa natureza são paradoxalmente contrários aos princípios finalísticos do SUS e finalidades da dispensação de recursos de tecnologias assistivas. Por outro lado, quando a escuta, acolhimento e horizontalidade das relações interpessoais estiveram presentes foi possível identificar uma prática assistencial alinhada com elementos da abordagem centrada na família – com relatos de satisfação com o recurso de TA e com a assistência. Conclui-seque há caminhos a serem percorridos para que, desde a graduação e posterior formação continuada de profissionais de saúde e reabilitação, a abordagem centrada na família oriente as práticas de assistência reabilitacional de crianças com deficiência. Práticas assistenciais pautadas pela abordagem centrada na família abremportas aos diálogos e assim, promoverão parcerias entre profissionais e famílias, fazendo com que o reucurso de TA, dispensado pelo SUS, atenda bem e adequadamente as necessidades e demandas singulares de crianças com deficiência e seus familiares.
Keywords Tecnologia assistiva
Criança com deficiência
Sistema Único de Saúde
Relações Profissional-Família
Ciências da saúde
Terapia Ocupacional
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Universidade Federal de São Paulo- Campus Baixada Santista
Language Portuguese
Sponsor Outra
Date 2019-11-12
Published in PEREIRA, Ana Paula. Análise do processo de dispensação de recursos de tecnologia assistiva pelo SUS segundo a abordagem centrada na família. 2019. 30 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Terapia Ocupacional) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2019.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 30 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51780

Show full item record




File

Name: AnaPaulaPereira_AnalisTCC.pdf
Size: 1.181Mb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account