Avaliação de um programa de educação alimentar e nutricional em idosos: impacto nos níveis séricos de vitamina B12

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2021-11-04
Autores
Neves, Félix Jesus [UNIFESP]
Orientadores
Ramos, Luiz Roberto [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivo: avaliar o efeito de um programa de intervenção nutricional no consumo e nos níveis séricos de vitamina B12 entre idosos acompanhados em uma coorte populacional no município de São Paulo, Brasil. Métodos: ensaio clínico randomizado não cego realizado com amostra de idosos acompanhados pelo Estudo EPIDOSO. Foram incluídos idosos não demenciados ou com diagnóstico de demência questionável (CDR < 1,0). Os dados de consumo de vitamina B12 foram coletados através de seis Inquéritos Recordatórios de 24hs (3 na linha de base e 3 após a intervenção). As concentrações sanguíneas de vitamina B12 foram determinadas por ensaio microbiológico em placas de microtitulação. A intervenção consistiu em três sessões de 1 hora e meia com atividades teóricas e práticas sobre os temas: alimentação saudável; consumo de folhas verdeescuras e horticultura; consumo de alimentos fonte de vitamina B12 e técnicas de amaciamento de carnes. O efeito da intervenção foi avaliada através de Análise de Variância para Medidas Repetidas e Análise por Intenção de Tratar missing at random. Resultados: A amostra foi composta por 192 idosos. A prevalência de inadequação no consumo de vitamina B12 foi de 26,6%. A deficiência de vitamina B12 sérica atingiu 5,9 % dos idosos. Foi observada uma redução significativa na vitamina B12 sérica entre os participantes do grupo intervenção. Não houveram mudanças significativas no consumo e nos níveis séricos de vitamina B12 quando comparadas as diferenças entre os grupos. Conclusão: Os resultados demonstram a necessidade de desenvolvimento de novas estratégias de EAN voltadas para o envelhecimento saudável, com o objetivo de reduzir a prevalência de inadequação no consumo de vitamina B12 e prevenir o desenvolvimento de agravos neurocognitivos.
Descrição
Citação