Inspecionando o coração do Império: As Visitas da Inquisição à cidade de Lisboa de 1587 e de 1618

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2011
Autores
Graziani, Erick Tsarbopoulos [UNIFESP]
Orientadores
Feitler, Bruno Guilherme [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
We will work on this research the visits realized by the Portuguese inquisition on the Court of Portugal by the licensed Antonio de Mendoça and Jerónimo de Pedrosa in 1587 and in 1618 by Antonio Dias Cardoso and Diogo Pereira. This visits coincided with the Philippine age, and we can notice how the political power always used and interfered directly and explicitly in the Holly Office. But this attitude wasn't exclusive of Filip, it was notable already in the beginning of the trial installation. We used the bibliography that correspond with the study of Portuguese History, Lisbon, Inquisition, and of the inquisition visits; we also used the document “Livro das Visitações2”, that was transcript and analyzed. That way, we tried to understand and develop the “why” this visits occurred in Lisbon, where there was a trial already installed. Being like this, the prime objective of this work was in contributing with the studies of Portuguese inquisition, primarily the ones referring the inquisition visitations to the city of Lisbon in 1587 and in 1618. With this research, we had the opportunity of studying many themes referring the Portuguese culture, mentality and history; as well of: the jewish question in Portugal; the Holly Office Trial; the city of Lisbon; the Inquisition visits and the many religious practices in Portugal. We tried as well develop a comparative study amongst the other inquisition visits in other regions – with the use of the bibliography – and we also hoped to get a better understanding of Lisbon's life: its characteristics of Court, govern center, commercial heart of the Portuguese empire, and its population diversity.
Trabalharemos nesta pesquisa as visitas inquisitoriais realizadas na Corte de Portugal pelos licenciados Antonio de Mendoça e Jerónimo de Pedrosa em 1587, e em 1618 por Antonio Dias Cardoso e Diogo Pereira. Estas visitas coincidem com o período filipino, e percebe-se como o poder político sempre se aproveitou e interferiu diretamente e de forma bem explícita no Santo Ofício. Mas esta atitude não foi exclusividade dos Filipes, sendo perceptível já nos primórdios da instalação do Tribunal. Utilizamos neste estudo uma bibliografia correspondente às Histórias de Portugal, de Lisboa, da Inquisição, e de seus mecanismos; assim como também fizemos uso das fontes documentais produzidas nestas visitas à Lisboa, em especial do “Livro das Denunciações1” que foi transcrito e analisado. Desta forma, tentamos compreender e desenvolver o porquê destas visitas ocorrerem na capital do Reino, onde já havia um tribunal devidamente instalado. Sendo assim, o objetivo primordial deste trabalho foi o de contribuir para os estudos da Inquisição Portuguesa, principalmente os sobre as visitas inquisitoriais projetadas à cidade de Lisboa em 1587 e 1618. Com esta pesquisa, tivemos a oportunidade de estudar diversas temáticas referentes à cultura, mentalidade, e história portuguesas; assim como sobre: a questão dos judeus em Portugal; o Tribunal do Santo Ofício; a cidade de Lisboa; as visitas da Inquisição; e as demais práticas religiosas em Portugal. Procuramos também desenvolver um estudo comparativo entre as diversas visitas inquisitoriais em outras regiões – à luz da bibliografia – assim como almejamos obter uma melhor compreensão da vida em Lisboa: suas características de Corte, de centro de governo, de coração comercial do império português, e sua diversidade populacional.
Descrição
Citação
GRAZIANI, Erick Tsarbopoulos. Inspecionando o coração do Império: As Visitas da Inquisição à cidade de Lisboa de 1587 e de 1618. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em História) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2011.
Coleções