Revelando Lutas e Resistências : A Atuação do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco (1962-1968)

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013
Autores
Souza, Daniel Magno Peixoto [UNIFESP]
Orientadores
Biondi, Luigi [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The following work has as its guiding principle the relationship between the union movement and Osasco process of formation and class struggle. The challenge of studying this subject leads us to think of the behavior of the worker as a worker and citizen, in view of the question of relations between workers and employers and the factory. Understand and rethink the trade union movement from an empirical point of view is to appreciate the problematic forms of subordination and resistance in the context of manufacturing as a central axis of understanding of the formation of the working class. In addition to studying the relationships between classes, discuss the timing analysis of the capitalist labor, played by networks of social relations of production. In everyday understanding of manufacturing, labor relations techniques are overriden by the linkage of political and social relations that are effectively the defense and identification as a class.
O trabalho a seguir tem como princípio norteador a relação entre o movimento sindical de Osasco e o processo de formação e luta de classes. O desafio de estudarmos esse tema nos leva a pensar no comportamento do operário, enquanto trabalhador e cidadão, tendo em vista a questão de relação do trabalhador com a fábrica e o patronato. Entender e repensar o movimento sindical a partir de um ponto de vista empírico é valorizar a problemática das formas de subordinação e de resistência no contexto fabril como um eixo central de compreensão da formação da classe trabalhadora. Além de estudarmos as relações entre classes, abordaremos o momento de análise do processo capitalista de trabalho, reproduzidos pelas redes de relações sociais de produção. Na compreensão do cotidiano fabril, as relações técnicas de trabalho são sobrepujadas pelo enlace de relações políticas e sociais que se constituem efetivamente pela defesa e identificação enquanto classe.
Descrição
Citação
SOUZA, Daniel Magno Peixoto. Revelando Lutas e Resistências : A Atuação do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco (1962-1968). Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em História) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2013.
Coleções