Revisão biliográfica: blendas poliméricas de polietileno com termoplástico de amido

Imagem de Miniatura
Data
2022-11-25
Autores
Cruz, Marina Landim da [UNIFESP]
Orientadores
Philadelphi, Laura Oliveira Péres [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A crescente poluição por plásticos em ambientes marinhos e aquáticos torna necessário a busca de alternativas que diminuam o uso de materiais poliméricos, neste contexto, o desenvolvimento de blendas de polietileno com termoplástico de amido se mostra como uma possível rota de diminuição do uso de polímeros não biodegradáveis. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência do amido nas propriedades de blendas com polietileno, bem como, apresentar uma visão geral dos pontos favoráveis e desfavoráveis do desenvolvimento desses materiais por meio de uma revisão bibliográfica. A coleta de dados se baseou na pesquisa de termos chave na base de dados escolhida Web of Science para os termos “LDPE starch blends”, “LLDPE starch blends” e “HDPE starch blends”, usou-se como critério de seleção os artigos mais recentes e mais citados. Os trabalhos obtidos passaram por leitura crítica e análise de dados por matriz SWOT. Por meio da revisão bibliográfica foi possível avaliar a influência de fatores como fonte de amido, densidade do polietileno e uso de compatibilizante nas propriedades finais da blenda. Para todos os casos estudados observou-se que as blendas possuíam propriedades inferiores ao polietileno puro, e um menor número de aplicações destinadas. Contudo, as modificações realizaram puderam ajudar a desenvolver blendas com propriedades melhores que substituem o polietileno puro em certos nichos de aplicação, como por exemplo, produção de filmes e embalagens alimentícias. Por fim, foram identificados alguns fatores favoráveis e desfavoráveis ao desenvolvimento das blendas, tendo como resultado para fatores favoráveis o crescimento de pesquisas que visam melhorar as propriedades do termoplástico de amido e compatibilizantes, como fatores desfavoráveis as lacunas de conhecimento em decorrência da falta de pesquisas que explorem com maior profundidas as propriedades das blendas.
The increasing pollution by plastics in marine and aquatic environments makes it necessary to search for alternatives that reduce the use of polymeric materials, in this context, the development of blends of polyethylene with starch thermoplastic is shown as a possible route to reduce the use of non-polluting polymers biodegradable. The present work aimed to evaluate the influence of starch on the properties of blends with polyethylene, as well as to present an overview of the favorable and unfavorable points of the development of these materials through a literature review. Data collection was based on a search for key terms in the chosen Web of Science database for the terms “LDPE starch blends”, “LLDPE starch blends” and “HDPE starch blends”, using as selection criteria the most recent and most cited. The works obtained underwent critical reading and data analysis by SWOT matrix. Through the literature review, it was possible to evaluate the influence of factors such as starch source, polyethylene density and use of compatibilizer on the final properties of the blend. For all the cases studied, a polymeric blend was obtained with properties inferior to those of pure polyethylene, and a smaller number of intended applications. However, modifying the factors mentioned above can help to develop blends with better properties that replace pure polyethylene in certain application niches, such as film production and food packaging. Finally, some favorable and unfavorable factors for the development of blends were identified, resulting in favorable factors for the growth of research aimed at improving the properties of starch thermoplastic and compatibilizers, as unfavorable factors are the knowledge gap due to the lack of research that explore the properties of blends in greater depth.
Descrição
Citação
Coleções