Pelo menos duas décadas de invasão de Isognomon bicolor no litoral sudeste do Brasil: a regulação top-down de suas populações já seria possível?

Pelo menos duas décadas de invasão de Isognomon bicolor no litoral sudeste do Brasil: a regulação top-down de suas populações já seria possível?

Alternative title At least two decades of Isognomon bicolor invasion on the southeast coast of brazil: the top-down adjustment of their populations would it be possible?
Author Santos, Guilherme Lacerda dos Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, Leticia Gevaerd Motta dos Autor UNIFESP Google Scholar
Bianchini, Gabriel Victor Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Ignacio, Barbara Lage Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Os costões rochosos são ecossistemas complexos, pois abrigam uma enorme diversidade de organismos que são importantes ecologicamente para o ambiente e economicamente para os seres humanos. São ambientes que estão sujeitos à ocorrência de bioinvasão, um fenômeno causado pela introdução acidental ou não, de uma espécie em um habitat não compreendido na distribuição geográfica natural desta espécie. Essa invasão pode causar um desequilíbrio no local ao qual foi introduzido, podendo levar os organismos nativos e o próprio ambiente a se adaptarem às novas condições. Nas últimas décadas, o bivalve invasor Isognomon bicolor se estabeleceu em costões do litoral sudeste do Brasil, sendo considerado então uma espécie relativamente nova nesse local. Sua densidade populacional variou fortemente neste curto período, da dominância a baixíssimo recobrimento em condição de colapso populacional e atual fase de aparente recuperação populacional. Este estudo realizou dois experimentos e avaliou a atual intensidade de predação dessa espécie e possíveis alterações ao longo desses anos (Ingham & Zischke, 1977; López et al. 2010), considerando avaliar a possibilidade de regulação populacional top-down para I. bicolor. Considerou-se os predadores Stramonita haemastoma e Trachypollia nodulosa e constatou-se o baixíssimo consumo da espécie introduzida. A preferência alimentar se deu em favor da espécie de presa nativa Brachidontes solisianus. A espécie nativa é comum e bastante abundante no Brasil, e tem tamanho médio menor do que a espécie introduzida. Comparativamente, observou-se eficiência de consumo (tempo de manipulação menor e predação efetiva). Concluiu-se que a regulação top-down não foi a responsável pela regulação da população de Isognomon bicolor na região sudeste do Brasil.

The rocky shores are complex ecosystems, as they harbor an enormous diversity of organisms that are ecologically important to the environment and economically to humans. They are environments that are subjected to the occurrence of bioinvasion, a phenomenon caused by the accidental introduction, or not of a species in a habitat not understood in the natural geographic distribution of this species. This invasion can cause an unbalance in the place to which it was introduced, and may lead native organisms and the environment itself to adapt to the new conditions. In the last decades, the invasive bivalve Isognomon bicolor settled in the coast of the southeastern of Brazil, being considered then a relatively new species in that place. Its population density varied strongly in this short period, from dominance to very low coverage in the condition of population collapse and current phase of apparent population recovery. This study carried out two experiments and evaluated the current intensity of predation of this species and possible changes over the years (Ingham & Zischke, 1977; López et al., 2010), considering the possibility of top-down population regulation for I. bicolor. The predators Stramonite haemastoma and Trachypollia nodulosa were considered and the very low consumption of the introduced species was verified. The food preference was in favor of the native prey species Brachidontes solisianus. The native species is common and quite abundant in Brazil, and has a smaller average size than the introduced species. Comparatively, consumption efficiency (time of minor manipulation and effective predation) was observed. It was concluded that the top-down regulation was not responsible for the regulation of the population of Isognomon bicolor in the southeastern region of Brazil.
Keywords Costão rochoso,
Predação
Bioinvasão
Isognomon bicolor
Stramonita haemastoma
Trachypollia nodulosa
Rocky shore
Bioinvasion
Isognomon bicolor
Stramonite haemastoma
Trachypollia nodulosa
Predation
Food preference
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Santos-SP
Language Portuguese
Date 2019-07-04
Published in SANTOS, Guilherme Lacerda dos; SANTOS, Leticia Gevaerd Motta dos; BIANCHINI, Gabriel Victor. Pelo menos duas décadas de invasão de Isognomon bicolor no litoral sudeste do Brasil: a regulação top-down de suas populações já seria possível? 2019. 31f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia do Mar) - Instituto do Mar, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 31 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60427

Show full item record




File

Name: TCCII_Gabriel_Guilherme_Letícia_Vespertino.pdf
Size: 337.5Kb
Format: PDF
Description: Arquivo principal
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account