Efeitos dos Aerossóis nas Zonas Costeiras de Santos e Rio de Janeiro

Efeitos dos Aerossóis nas Zonas Costeiras de Santos e Rio de Janeiro

Alternative title Effects of Aerosols on the coastal areas of Santos and Rio de Janeiro
Author Mauricio, Giovanna Bonafé Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Martins, Fernando Ramos Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract A energia sempre esteve envolvida na evolução da vida e, conforme o decorrer dos tempos, houve um aumento da dependência do recurso energético para o progresso da sociedade. Para atender a demanda futura energética causada pela escassez de recursos não renováveis e o crescimento populacional, serão necessárias transições energéticas. A energia solar, classificada como uma energia renovável, apresenta um potencial significativo no Brasil como fonte energética alternativa, com numerosos benefícios ambientais e socioeconômicos e elevada disponibilidade no território nacional. Entretanto, o aumento do uso do recurso solar requer uma adequada quantificação do mesmo para garantir a viabilidade. Em condições de ausência de nuvens, os aerossóis são o principal fator que afeta a radiação solar que chega na superfície terrestre. Assim, a quantificação acurada dos aerossóis e o seu impacto na radiação é fundamental para a avaliação adequada da disponibilidade do recurso de energia solar numa localidade. Seguindo a lei de Lambert-Beer, este impacto está diretamente relacionado à profundidade óptica de aerossóis (AOD), que depende não apenas da quantidade de aerossóis presente, mas também das propriedades microfísicas e a composição química dos mesmos. O município de Santos e a região metropolitana do Rio de Janeiro são localidades costeiras com alto nível de urbanização, sofrendo assim influência de aerossóis urbano-industriais e marinhos. O presente projeto visou contribuir com o estudo do impacto dos aerossóis na irradiação nestas localidades, através da verificação e comparação de diferentes fontes de dados de AOD (AERONET, MODIS e reanálise MERRA-2). Nas análises comparativas entre as três bases de dados, usando médias dos dados originais ou mesmo dados interpolados, exibiram valores médios de AOD do MODIS em 9 células mais próximos aos dados observados em superfície, seguida em desempenho pela série de valores médios de 25 células, em oposição a série do MERRA-2 que apresentou um bom desempenho apenas para valores de AOD menores que 0,2. Os dados de AOD obtidos por satélite foram tipicamente superiores aos de reanálise. A queda de irradiância solar variou entre 8% a 23,7%, quando considerados os valores de AOD correspondentes aos percentis 25 a 75.
Keywords Energia
Aerossóis Atmosféricos
Zonas costeiras
Energia solar
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Instituto do Mar, Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista
Language Portuguese
Sponsor Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Grant number FAPESP: 2019/26361-6
Date 2021-02-23
Published in MAURICIO, Giovanna Bonafé. Efeitos dos Aerossóis nas Zonas Costeiras de Santos e Rio de Janeiro. 2021. 71f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia do Mar) - Instituto do Mar, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2021.
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 71 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60284

Show full item record




File

Name: TrabalhoConclusaoCurso_II.pdf
Size: 1.983Mb
Format: PDF
Description: Trabalho de Conclusão de Curso
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account