Processamento auditivo central em cantores como queixa de dificuldade de produção de sons agudos

Processamento auditivo central em cantores como queixa de dificuldade de produção de sons agudos

Author Mesquita, Loriane Gratao De Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Biase, Noemi Grigoletto De Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Otorrinolaringologia)
Abstract Introduction: Central auditory processing has a strong correlation with the correct production of musical sounds and can interfere with the performance of singers in case there is some intercurrence in this system. The complaint of the difficulty of production of sharp sounds referred by singers can have several causes, organic, functional vocal technique and even auditory. Objective: Analyse auditory abilities of singers complaining about the difficulty of producing sharp sounds. Methods: A total of 17 professional singers, both sexes, aged 18 to 40, were separated into two groups, one with 12 singers with specific complaints of difficulty in producing high sounds, and one group with 5 singers without vocal complaints. All participants underwent otorhinolaryngological, basic audiological and behavioural tests to evaluate competitive speech, distorted speech, and temporal processing. They also answered the questionnaire The Auditory Processing Domains Questionnaire. Results: The study group showed worse performance, statistically significant, in the competitive speech perception tests with: dichotic syllables, with monotonic listening sentences and alteration in the temporal processing test of short and successive pure tones of different frequencies, compared to the comparison group. In the questionnaire, the study group reported a higher number of complaints of listening in environments with competitive message, noise and temporal processing, with statistical significance. Conclusion: The auditory skills profile was worse in the group of singers with complaints than in the group of singers without complaints. The group with complaints presented alterations in the auditory ability of temporal ordering. This difference in auditory skills may contribute to the self-reported difficulty in producing high pitched sounds. An auditory skill enhancement can assist singers with this type of complaint. Further studies in this area should be conducted to better understand the involvement of auditory skills in the production of high pitched sounds.

Introdução: O Processamento auditivo central tem forte correlação com a produção correta dos sons musicais podendo interferir na performance de cantores caso haja alguma intercorrência nesse sistema. A queixa de dificuldade de produção de sons agudos referidas por cantores pode ter diversas causas, orgânicas, funcionais, de técnica vocal e até mesmo auditivas. Objetivo: analisar habilidades auditivas de cantores com queixa de dificuldade de produção de sons agudos. Métodos: Participaram 17 cantores profissionais, ambos os sexos, de 18 a 40 anos, reunidos em dois grupos, um com 12 cantores com queixa específica de dificuldade de produção de sons agudos, e um grupo comparação com 5 cantores sem queixas vocais. Todos os participantes realizaram avaliação otorrinolaringológica, audiológica básica e testes comportamentais para avaliar percepção de fala competitiva, fala distorcida, e processamento temporal. Responderam também ao questionário The Auditory Processing Domains Questionnaire. Resultados: O grupo estudo apresentou pior desempenho, estatisticamente significante, nos testes de percepção de fala competitiva com: dissílabos dicóticos, com sentenças em escuta monótica e alteração no teste de processamento temporal de tons puros breves e sucessivos de diferentes frequências, em relação ao grupo comparação. No questionário, o grupo estudo referiu maior número de queixas de escutar em ambientes com mensagem competitiva, no ruído e de processamento temporal, com significância estatística. Conclusão: O perfil das habilidades auditivas foi pior no grupo de cantores com queixa do que no grupo de cantores sem queixa. Sendo que o grupo com queixa apresentou alteração na habilidade auditiva de ordenação temporal. Essa diferença nas habilidades auditivas pode contribuir para a queixa de dificuldade de produção de sons agudos auto referida. Um aprimoramento de habilidades auditivas pode auxiliar cantores com esse tipo de queixa. Novos estudos na área devem ser realizados para melhor compreensão do envolvimento das habilidades auditivas na produção de sons agudos no canto.
Keywords Voice
Singing
Central Auditory Processing
Auditory Processing
Auditory Disorders
Voice
Singing
Central Auditory Processing
Auditory Processing
Auditory Disorders
Language Portuguese
Date 2019-12-18
Knowledge area Ciências Otorrinolaringológicas E Base De Crânio
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 96 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=8669483
Access rights Closed access
Type Thesis
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59996

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account