Entre o progresso e o atraso: o espiritismo na modernização do Brasil na virada do século XIX para o século XX

Imagem de Miniatura
Data
2019-02-22
Autores
Teraoka, Lucas Marzullo [UNIFESP]
Orientadores
Ferla, Luis Antonio Coelho [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This research’s purpose is to analyse how the spiritism was seen on the Society of the turning centuries, from XIX to XX, by different groups. In a context of ideas about the modernization of the new brazilian republic, how was seen the spiritist doctrine? If on the one hand it could be understood related to the progress, as a religious manifestation born in France, formulated by a french pedagogue and had some well-reputed scientists’ support, on the otter it could be associated to the backwardness, once the mediumship were seen by the medicine, in some moments, as a pathology or against the christian Faith. The disputes between representatives of the spiritism, the medicine and the catolicism are the center of this research. The opinions about the spitist doctrine, wich appear at the medical journals and the christian newspapers are the main source for study this theme. The spiritis movement’s answers are also object for analysis, as well as the debate at main press. This investigation aims to build a general view os the brazilian thinking about spiritism on this context.
Esta pesquisa tem como objetivo analisar como o espiritismo foi encarado em diversas esferas da sociedade na virada do século XIX para o século XX. Em um contexto de circulação de ideias de modernização da nascente república brasileira, de que forma era vista a doutrina espírita? Se por um lado poderia ser entendida como algo relacionado ao progresso, como uma manifestação religiosa nascida na França, formulada por um pedagogo francês e que contava com apoio de alguns cientistas renomados, por outro poderia ser associada ao atraso, uma vez que as práticas da mediunidade eram vistas em alguns momentos pela medicina como uma patologia e em outros momentos como contrárias à fé cristã. As tensões entre representantes do espiritismo, da medicina e do catolicismo são objeto central desta pesquisa. As opiniões sobre a doutrina espírita presentes nas revistas médicas e nos jornais cristãos são as fontes principais para o estudo do tema. As respostas do movimento espírita também são objetos de análise, assim como a veiculação do debate na grande imprensa. Esta investigação busca traçar um panorama do pensamento brasileiro em relação ao espiritismo no referido contexto.
Descrição
Citação
Coleções