História e economia: Caio Prado Júnior (1929-1945)

Imagem de Miniatura
Data
2019-05-13
Autores
Santos, Rodrigo Cesar De Araujo [UNIFESP]
Orientadores
Alessio, Marcia Barbosa Mansor D [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
In this work we analyze the ways in which Caio Prado Júnior historicizes the concepts of political economy and relates history and economy in his historiographical production, problematizing the dialogue and articulations between history and theory, between the reconstitution and the conceptualization of the past. We investigate, therefore, the mediations that the author establishes between the narration of events (territory of diachrony, indetermination and singularity) and the explanation of structures (territory of synchrony, determination and universality). We hypothesize that it is in the dynamic relation between conceptualization (generalization) and narrative (particularization) that we can find the way to comprehend Caiopradean thought in its totality. In this sense, we analyze Caio Prado Júnior’s work with special attention to the concepts of production and circulation present in his historiography. Considering that our research object is delimited as a particular aspect of the author's thought and that Caio Prado Júnior’s historiographical production is linked to the experiences he lived at the time of its elaboration, we understand these concepts of political economy as part of the broader framework of economic thought and the historiography of his time and seek to relate the author's biography to his historical narrative. Thus, we intend to contribute to deepen the knowledge about the theory of history mobilized by the author, the mediations he made between the temporalities of history and the tensions between history and theory in his historiographical work.
Neste trabalho analisamos os modos como Caio Prado Júnior historiciza os conceitos da economia política e relaciona a história e a economia em sua produção historiográfica, problematizando o diálogo e as articulações entre história e teoria, entre a reconstituição e a conceitualização do passado. Investigamos, portanto, as mediações que o autor estabelece entre a narração dos acontecimentos (território da diacronia, da indeterminação e da singularidade) e a explicação das estruturas (território da sincronia, da determinação e da universalidade). Trabalhamos com a hipótese de que é na dinâmica relação entre conceitualização (generalização) e narrativa (particularização) que poderemos encontrar o caminho para a compreensão do pensamento caiopradeano em sua totalidade. Neste sentido, analisamos a obra de Caio Prado Júnior com atenção especial para os conceitos de produção e circulação presentes em sua historiografia. Considerando que nosso objeto de pesquisa se delimita como um aspecto particular do pensamento do autor e que a produção historiográfica de Caio Prado Júnior está vinculada às experiências por ele vividas no momento de sua elaboração, compreendemos estes conceitos da economia política como parte do quadro mais amplo do pensamento econômico e da historiografia de seu tempo e buscamos relacionar a biografia do autor com sua narrativa histórica. Assim, pretendemos contribuir para aprofundar o conhecimento sobre a teoria da história mobilizada pelo autor, as mediações que fez entre as temporalidades da história e as tensões entre história e teoria em sua obra historiográfica.
Descrição
Citação
Coleções