O ensino de História na educação de jovens e adultos: a construção do currículo e o fazer docente no município de Santo André

Imagem de Miniatura
Data
2019-02-13
Autores
Cunha, Andre Luiz Lirio Da [UNIFESP]
Orientadores
Carvalho, Joao Do Prado Ferraz De [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado profissional
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This dissertation aims to analyze the teaching of History in the education of young people and adults in the context of curricular construction in the municipal network of Santo André, in the period between 2013 and 2016. The objective of this work is to investigate the forms of participation of teachers in the process of curricular construction to understand how the teachers' performance in the pedagogical discussions and formations in the process developed and how this experience intervened (or not) in their teaching practices in History teaching, as well as the principles related to youth and adult education. We base ourselves on the theoretical assumptions of Ivor Goodson's (1995) social construction of the curriculum, articulating them with the conceptions of popular education Paulo Freire (1983, 1996) and the experience category of EP Thompson (1981, 2002), which considers the subjects as reflective and active in their own history, even with obvious limitations. From the documentation produced in the period and the semi-structured interviews with two teachers of History of the EJA of Santo André. Thus, as a propositional part of the dissertation, a material with elaborated activities was constructed using as a starting point the social practice, that is, the educator individually and collectively from their social experiences mediated by the socially constructed knowledge.
Esta dissertação visa analisar o ensino de História na educação de jovens e adultos no contexto de construção curricular na rede municipal de Santo André, no período entre 2013 e 2016. O objetivo do trabalho é investigar as formas de participação dos docentes no processo de construção curricular para compreender de que maneira se desenvolveu a atuação desses professores nas discussões e formações pedagógicas no processo e como essa experiência interveio (ou não) em suas práticas docentes no ensino de História, bem como os princípios relacionados à educação de jovens e adultos. Baseamo-nos nos pressupostos teóricos da construção social do currículo de Ivor Goodson (1995), articulando-os com as concepções da educação popular Paulo Freire (1983; 1996) e da categoria de experiência de E. P. Thompson (1981; 2002), a qual considera os sujeitos como reflexivos e atuantes da própria história, mesmo com limitações evidentes. A partir da documentação produzida no período e das entrevistas semiestruturadas com dois professores de História da EJA de Santo André. Dessa forma, como parte propositiva da dissertação, foi construído um material com atividades elaboradas utilizando como ponto de partida a prática social, ou seja, o educando individualmente e coletivamente a partir de suas experiências sociais mediadas pelo conhecimento socialmente construído.
Descrição
Citação