Meditações sobre o preconceito e os preconceitos da meditação: revisando as abordagens da pedagogia contemplativa

Imagem de Miniatura
Data
2020
Autores
Terra, Vinícius Demarchi Silva [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de especialização
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introduction: This paper analyzes educational programs that address prejudice according to the assumptions of Contemplative Pedagogy, with the aim of evaluating its scientific evidence and possibilities of implementation in different educational scenarios. Therefore, it was necessary to: 1) identify its design and intervention field; 2) analyze the methodological aspects of the interventions; 3) discuss the scientific evidence of its results. Methodology: the investigation outlined an integrative literature review based on the terms “Contemplative Pedagogy” and “Prejudice”. The research focused on the following bases: LILACS, SCIELO, PubMed and MEDLINE. Results: Eight works were selected (202 were excluded) and, after reading and classifying the data by internal coherence, two categories of approach in relation to prejudice were empirically chosen: 1) Behavioral Approach and; 2) Epistemological approach. Analysis and Discussions: It was observed that the studies showed positive associations between the adoption of contemplative practices and the reduction of implicit views and prejudices in relation to different objects of aversion: people, cultures and knowledge. It is discussed the Behavioral proposal would act by promoting a relaxation of the tensions that produce emotional barriers that prevent the observation of the object of prejudice, while the Epistemological Approach would have a deconstructive nature due to the loosening of the automatisms that condition the implicit biases. Both approaches defend that the cognitive content is insufficient to face prejudice and point to embodiment as a potent way to become aware of the implicit biases existing in the prejudiced attitude. Conclusion: It is concluded that such studies are limited and do not allow further generalizations, but point to emerging strategies to complement the debate and actions on social issues in the field of education.
Introdução e objetivos: Este artigo trata dos programas educativos que abordam do preconceito segundo os pressupostos da Pedagogia Contemplativa, com o objetivo principal de avaliar as suas evidências científicas e possibilidades de implementação em diferentes cenários educativos. Para tanto, foi necessário: 1) identificar o seu delineamento e campo de intervenção; 2) analisar os aspectos metodológicos das intervenções; 3) discutir as evidências científicas de seus resultados. Metodologia: Realizou-se uma revisão integrativa de literatura a partir das palavras-chave “Pedagogia Contemplativa” e “Preconceito”. A pesquisa foi realizada nas seguintes bases: LILACS, SCIELO, PubMed e MEDLINE. Resultados: Oito trabalhos foram selecionados (foram excluídos 202) e, após leitura e classificação dos dados por coerência interna, foram empiricamente eleitas duas categorias de abordagem em relação ao preconceito: 1) Abordagem Comportamental e; 2) Abordagem Epistemológica. Análise e Discussões: Observou-se que os estudos apresentaram associações positivas entre a adoção de práticas contemplativas e a redução de vises implícitos, tendências e preconceitos em relação a diferentes objetos de aversão: pessoas, culturas e saberes. Discute-se a proposta Comportamental agiria pela promoção de um relaxamento das tensões que produzem barreiras emocionais que comprometem a observação do objeto de preconceito, enquanto que a Abordagem Epistemológica teria uma natureza desconstrutivista pelo afrouxamento dos automatismos que condicionam os vieses implícitos. Ambas as abordagens defendem que o conteúdo cognitivo é insuficiente para enfrentamento do preconceito e apontam o embodiment como forma potente para tomada de consciência dos vieses implícitos existentes na atitude preconceituosa. Conclusão: Conclui-se que tais estudos são limitados e não permitem maiores generalizações, mas apontam estratégias emergentes para complementarem o debate e as ações sobre temas sociais no âmbito da educação.
Descrição
Citação
TERRA, Vinícius Demarchi Silva. Meditações sobre o preconceito e os preconceitos da meditação: revisando as abordagens da pedagogia contemplativa. 2020. Trabalho de conclusão de curso (Especialização em Mindfulness) - Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2020.