Dependência de hipnóticos: validação da BENDEP-SRQ PV e comparativo entre usuários crônicos de benzodiazepínicos e “drogas Z”

Dependência de hipnóticos: validação da BENDEP-SRQ PV e comparativo entre usuários crônicos de benzodiazepínicos e “drogas Z”

Alternative title Hypnotic dependence: validation of the BENDEPSRQ PV and comparative between chronic benzodiazepine and “z drug” users
Author Curado, Daniela Fernández Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Noto, Ana Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psicobiologia
Abstract Introdução: Benzodiazepínicos (BZD) são fármacos com efeitos ansiolíticos e hipnóticos. Seu uso deve ser restrito a 4 semanas, devido a seus efeitos colaterais e potencial de gerar dependência. Ainda que os riscos associados ao consumo estejam bem estabelecidos na literatura, observa-se um descumprimento das recomendações de uso, em especial pelo uso prolongado dos mesmos. As drogas Z entraram no mercado como potenciais substitutas dos BZDs. A partir disso, o número de prescrições cresceu consideravelmente. A progressão dos estudos com essa classe de drogas demonstra que apresentam efeitos deletérios similares aos seus precursores; ainda assim, existem crenças a respeito de sua segurança e efetividade que não estão alinhadas a evidências científicas. A BENDEP-SRQ foi o primeiro instrumento multifatorial que mensura a dependência de hipnóticos considerando também os sintomas de abstinência. No entanto, ainda não foi validado para o português brasileiro. Objetivos: O estudo pretendeu validar a escala BENDEP-SRQ PV para o português brasileiro e, a partir do referencial teórico obtido, avaliar aspectos de uso e dependência de BZDs e drogas Z entre usuários crônicos de hipnóticos brasileiros contando também com medidas provenientes de uma avaliação psiquiátrica, autorrelato de insônia, ansiedade e depressão. Métodos: Foram recrutados 179 usuários crônicos de hipnóticos (benzodiazepínicos e drogas Z) brasileiros, que responderam à BENDEP-SRQ PV e instrumentos de construtos relacionados. A validade de construto foi avaliada por análise fatorial confirmatória e correlações com outros construtos. Foram ajustados modelos logísticos de um parâmetro da TRI para avaliar com profundidade os itens. A fidedignidade foi medida através do coeficiente alpha de Cronbach e teste-reteste. Foram comparadas as pontuações de dependentes e não dependentes segundo a CID-10 e plotadas curvas ROC. A avaliação dos aspectos de uso foram feitas através de modelos de regressão logística prevendo o tipo de droga utilizado e, para dependência, prevendo o diagnóstico psiquiátrico segundo os critérios da CID-10 para dependência. Resultados: Participantes, em sua maioria mulheres (91,6%), com idade entre 51 e 64 anos, estavam em uso de hipnóticos há, em média 34,8 meses, com dose diária definida média de 0,74. As análises psicométricas demonstraram bom ajuste ao modelo logístico de um parâmetro, validade de construto, critério e fidedignidade. A estrutura fatorial da escala foi mantida em seus quatro domínios: uso problemático (α = 0,70), preocupação (α = 0,77), falta de obediência (α = 0,75) e abstinência (α = 0,84). Não foram encontradas diferenças na prevalência de dependência entre usuários de BZD (77,2%) e drogas Z (69,4%). As variáveis significativamente associadas ao uso de BZD (e não drogas Z) foram tempo de uso (OR = 1,02 [1,00; 1,03]), DDD≥1 (OR = 0,064 [0,024; 0,17]), falta de obediência às regras (OR = 2,43 [1,33; 4,44]) e abstinência (OR = 2,09 [1,23; 3,54]). Foram associadas ao diagnóstico de dependência a preocupação (OR = 1,67 [1,04; 2,67]) e insônia (OR = 1,06 [1,00; 1,13]). Conclusão: A BENDEP-SRQ PV é adequada para mensurar a dependência de hipnóticos na população brasileira. A partir de todo um racional teórico obtido através da validação da BENDEP-SRQ PV, foram apontadas características semelhantes e que diferem usuários de benzodiazepínicos e drogas Z, bem como dependentes ou não dependentes. Frente ao que foi observado neste estudo, tornam-se injustificadas crenças a respeito de uma maior segurança e efetividade por parte das drogas Z.
Keywords Benzodiazepínicos
Drogas
Hipnóticos
Dependência
Validação
Language Portuguese
Sponsor Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa (AFIP)
Grant number FAPESP: 2017/11494-5
Date 2019-05-30
Published in CURADO, Daniela Fernández. Dependência de hipnóticos: validação da BENDEP-SRQ PV e comparativo entre usuários crônicos de benzodiazepínicos e “drogas Z”. 2019. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo.
Research area Diagnóstico do uso abusivo/dependência, abordagens preventivas e terapêuticas
Knowledge area Medicina e Sociologia do Abuso de Drogas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 121 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7655265
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/58739

Show full item record




File

Name: 2019 CURADO, DANIELA FERNÁNDEZ.Mestrado.pdf
Size: 2.194Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account