Pedro Américo e a Exposição Geral de 1884: pintura histórica religiosa e orientalismo

Imagem de Miniatura
Data
2018-08-29
Autores
Duro, Fabriccio Miguel Novelli [UNIFESP]
Orientadores
Dias, Elaine Cristina [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This research aims to study three Pedro Américo’s (1843-1905) paintings preserved in the National Museum of Fine Arts in Rio de Janeiro: David and Abisag (1879), Judith and Holofernes (1880) and Moses and Jochebed (1884). These paintings represent scenes from the Old Testament and were exhibited in 1884 at the 26th General Exhibition organized by the Imperial Academy of Fine Arts in Rio de Janeiro. The paintings were analyzed in their formal and thematic conceptions, emphasizing the distinction between historical painting and religious painting, the modifications in these representations occasioned by orientalism during the nineteenth century, and the permeability between the genre of historical painting and the “minor genres”. Attempts were made to understand the place of these paintings in the work of Pedro Américo and its relationship with the paintings of other artists of the same period, both national and international, interpreting them in the artistic context in which they were made and analyzing their critical fortune. This research was supported by the Coordination of Improvement of Higher Education Personnel (CAPES) and the São Paulo Research Foundation (FAPESP), FAPESP process 16/01908-4 ; with a Research Internships Abroad (BEPE-FAPESP) for a 5 months period at Université Paris 8 - Saint Denis, FAPESP process 17/08424-5.
Esta pesquisa tem como objetivo o estudo de três pinturas conservadas no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro: Davi e Abizag (1879), Judite e Holofernes (1880) e Moisés e Jocabed (1884), realizadas pelo pintor Pedro Américo (1843-1905). Tais pinturas representam cenas do Antigo Testamento e foram expostas em 1884 na 26ª Exposição Geral organizada pela Academia Imperial de Belas Artes no Rio de Janeiro. As obras foram analisadas em suas concepções formais e temáticas, enfatizando a distinção entre pintura histórica e pintura religiosa, as modificações nessas representações ocasionadas pelo orientalismo durante o século XIX e a permeabilidade entre o gênero da pintura histórica e os “gêneros menores”. Tentou-se compreender o lugar dessas pinturas no conjunto da obra de Pedro Américo e sua relação com as telas de outros artistas do mesmo período, em âmbito nacional e internacional, interpretando-as no contexto artístico em que foram produzidas e analisando a fortuna crítica que originaram. Essa pesquisa contou, por meio de uma bolsa de mestrado, com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), processo FAPESP 16/01908-4; e com uma bolsa de estágio de pesquisa no exterior (BEPE-FAPESP) por um período de 5 meses na Université Paris 8 – Saint Denis, processo FAPESP 17/08424-5.
Descrição
Citação