A Revolução Não Pode Esperar: As Experiências Guerrilheiras Do Movimiento De Liberación Nacional " Tupamaros E Da Ação Libertadora Nacional Em Perspectiva Comparada (1965 " 1974)

Imagem de Miniatura
Data
2018-03-01
Autores
Camacho, Carlos Eduardo Malaguti [UNIFESP]
Orientadores
Villaca, Mariana Martins [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The Presented Thesis Studied In A Comparative Way The Trajectories Of Mln-Tupamaros And Ação Libertadora Nacional (The Aln), Guerrilla Groups From Uruguay And Brazil That Acted Between 1960 And 1970. For This Writing, We Used The Documents Produced By The Militants Themselves. The Second Half Of The Twentieth Century In Latin America Was A Period Of Intense Renewal In The Projects Of The Left Wing. The 1959 Cuban Revolution Presented A New Perspective For The Continent By Inserting The Tactics Of Armed Struggle As A Perspective Of A Fight Capable Of Creating The Subjective Conditions For The Revolution. This Trend Was Against The Exhaustion Of Party Models, Which Represented Immobility And The Impossibility Of Acting At That Moment. It Was In This Context That New Communist Groups Emerged In Practically Every Latin American Country. These New Experiences Had In Common The Unrestricted Adherence To The Model Of Armed Struggle As Necessary To Light Up The Revolutionary Process. Because Of That Characteristic, T
Essa Dissertação Estudou De Forma Comparada As Trajetórias Do Mln-Tupamaros E Da Ação Libertadora Nacional, Grupos Guerrilheiros Do Uruguai E Do Brasil Que Atuaram Entre Os Anos 1960 E 1970. Para Isso, Utilizou-Se Das Documentações Produzidas Pelos Próprios Militantes. A Segunda Metade Do Século Xx Na América Latina Foi Um Período De Intensa Renovação Nos Projetos Da Esquerda. A Revolução Cubana De 1959 Apresentou Uma Nova Perspectiva Para O Continente Ao Inserir A Tática Da Luta Armada Como Perspectiva De Luta Capaz De Criar As Condições Subjetivas Da Revolução. Esse Viés Foi Ao Encontro Do Esgotamento Dos Modelos Partidários, Que Representavam O Imobilismo E A Impossibilidade De Agir Naquele Momento. Foi Nesse Contexto Que Emergiram Novos Grupos Comunistas Em Praticamente Todos Os Países Latino-Americanos. Essas Novas Experiências Tinham Em Comum A Adesão Irrestrita Ao Modelo De Luta Armada Como Necessário Para Desencadear O Processo Revolucionário. Isso Fez Com Que A Interpretação Corrente Homogeneizasse T
Descrição
Citação
Coleções