A pessoa com deficiência física adquirida: participação social intermediada pela tecnologia assistiva

A pessoa com deficiência física adquirida: participação social intermediada pela tecnologia assistiva

Author Neves, Bruna Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Santos, Maria da Conceição dos Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Tecnologia assistiva é comumente citada na literatura especializada como equipamentos, dispositivos e ou recursos, fundamentais para a promoção da funcionalidade humana, da participação social e da qualidade de vida de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Participação é um construto relativamente recente e muito valorado na atualidade, desde que a Classificação Internacional de Funcionalidade e Incapacidade e Saúde mudou o conceito de desvantagem para o de participação social mediado pelos facilitadores e ou barreiras presentes nos fatores ambientais. Dessa perspectiva, participação trata-se do envolvimento em situações da vida privada e ou em comunidade, de maneira satisfatória e significativa considerando-se a subjetividade e o contexto sociocultural do sujeito, e em respeito aos direitos humanos. Para a Terapia Ocupacional, os recursos de tecnologia assistiva, as ocupações e a participação social são temas centrais e conceitos teóricos e filosóficos que merecem a devida atenção dos profissionais, sob a ótica das boas práticas em defesa dos direitos dessa população. Isto posto, o presente estudo objetivou compreender, a partir da ótica de pessoas adultas com deficiência física adquirida, acerca de suas experiências de participação social intermediadas pelo uso de recursos de tecnologia assistiva de locomoção. Optou-se pela metodologia de pesquisa qualitativa, compondo-se uma amostra de conveniência, totalizando cinco participantes - pessoas adultas com deficiência física adquirida, de ambos os sexos. Para o trabalho de campo empregou-se a aplicação de entrevistas abertas, guiadas por roteiro, gravadas e transcritas verbatim, que foram analisadas a partir de categorias adotadas a priori: cotidiano, ocupações e participação social. O resultado da análise temática das entrevistas revelou que a presença do recurso de TA per si não favorecia, plenamente, a qualidade da participação social dos participantes. As ocupações cotidianas relatadas foram variadas, complexas e contexto dependente – trabalhar, passear, ir ao médico, cuidar de si mesmo dentro de casa. Com base nos resultados, ficou demonstrado que um mesmo recurso de tecnologia ora atuou como um facilitador pleno para a qualidade da participação e ora parcial, quando o fator ambiental (físico e ou atitudinal) fragilizava a finalidade e ou utilidade dele, que no caso da maioria dos participantes – a locomoção. Conclui-se que, para a promoção da participação social qualitativamente intermediada por recurso de tecnologia assistiva, é necessário que o terapeuta ocupacional analise criticamente a potência e os limites de um dado recurso no contexto de vida da pessoa. É imprescindível compreender a complexidade da interação dinâmica entre uma pessoa com deficiência e a variabilidade de contextos onde se desenrolam suas diversas ocupações, na vida privada e na vida comunitária, e que a qualidade da participação social será sempre mediada pelos fatores ambientais (físicos e atitudinais). Portanto para planejar uma solução assistiva e prescrever recursos de tecnologia assistiva deve-se tomar o contexto micro, meso e macrossocial, bem como as singularidades de biografias do sujeito alvo da Terapia Ocupacional.
Keywords Terapia ocupacional
Pessoa com deficiência
Participação social
Tecnologia assistiva
Fisioterapia e terapia ocupacional
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Sponsor Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Date 2019-11-18
Published in NEVES, Bruna Machado. A pessoa com deficiência física adquirida: participação social intermediada pela tecnologia assistiva. 2019. 34 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Terapia Ocupacional) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2019.
Knowledge area Ciências sociais e humanas em saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 34 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51766

Show full item record




File

Name: ilovepdf_merged (1).pdf
Size: 833.3Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account