Ser velho: a construção da velhice em três filmes brasileiros

Ser velho: a construção da velhice em três filmes brasileiros

Author Yamanaka, Juliane Domingos Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Barbosa, Andrea Claudia Miguel Marques Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ciências Sociais
Abstract This research means to understand the possible constructions of old age in three Brazilian movies and which would be the role of social relationships and sociability in these constructions. My aim falls over the films: Depois daquele baile, (Roberto Bomtempo, 2005), O outro lado da rua (Marcos Bernstein, 2004) e Onde anda você (Sergio Rezende, 2004). We understand that movies carry a symbolic load elucidated through narratives, soundtracks, planes, scenes among other elements, bringing the possibility of discussing the living in old age nowadays from perspectives that not always match, what brings a problematization to the subject. Specially, I emphasize old age amidst an urban experience, considering this to be a privileged contest in the movies I'm analyzing. The old age, in this paper, is treated in the complexity the subject demands: multiple, field of public policies and social representations. The Cinema, on the other hand, configures a privileged place for this discussion, precisely due the way it allows this complexity to be symbolically treated.

Esta pesquisa busca compreender as possíveis construções da velhice em três filmes brasileiros e qual seria o lugar das relações sociais e da sociabilidade nessas construções. Meu foco recai sobre os filmes: Depois daquele baile, (Roberto Bomtempo, 2005), O outro lado da rua (Marcos Bernstein, 2004) e Onde anda você (Sergio Rezende, 2004). Entendo que os filmes carregam uma carga simbólica elucidada através das narrativas, trilhas sonoras, planos, cenas, entre outros elementos, trazendo a possibilidade de discutir a vivência da velhice hoje a partir de perspectivas que nem sempre coincidem, o que agrega uma problematização ao tema. Em especial, dou destaque à velhice em meio à experiência urbana, já que esse é um contexto privilegiado nos filmes que analiso. A velhice, neste trabalho, é tratada na complexidade que o tema exige: múltipla, campo de disputas de políticas públicas e representações sociais. O cinema, por sua vez, se configura aqui como um lugar privilegiado para essa discussão, justamente pela forma como possibilita tratar simbolicamente dessa complexidade.
Keywords Old age
Film analysis
Visual anthropology
Cinema
Urban society
Velhice
Análise fílmica
Antropologia visual
Cinema
Sociabilidade urbana
Language Portuguese
Date 2016-08-15
Published in YAMANAKA, Juliane Domingos. Ser velho: a construção da velhice em três filmes brasileiros. 2016. 111 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2016.
Research area Sociologia
Knowledge area Ciências humanas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 111 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3766958
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47460

Show full item record




File

Name: Dissertação Juliane.pdf
Size: 1.873Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account