Avaliação da saturação venosa de oxigênio femoral como substituta da saturação venosa central em pacientes graves

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2016-10-25
Autores
Marti, Yara Nishiyama [UNIFESP]
Orientadores
Machado, Flavia Ribeiro [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
One of the factors that limits perfusion assessment in critically ill patients is catheterization of the femoral vein instead of the subclavian or internal jugular vein The purpose of this study was to test if venous blood draw from femoral access could be used to estimate the central venous oxygen saturation (ScvO2) and arterial lactate levels (LacA) in critically ill patients. In this prospective, observational study, we included patients over 18 years of age who were admitted to the intensive care unit with both femoral venous and central venous catheters; written informed consent was obtained from all participants. We excluded pregnant women and patients with a functioning arteriovenous fistula, amputated limbs, venous thrombosis, or barbiturate coma as well as those who were previously included in the study. Blood samples were simultaneously collected from arterial catheter and distal ports of the central and femoral catheters. The Bland-Altman analysis and Spearman correlation were used to compare the femoral venous saturation (SfvO2) and ScvO2 as well as the LacA and femoral lactate (LacF). A pre-specified subgroup analysis was conducted in patients with signs of hypoperfusion. In addition, the clinical agreement was also investigated. From April 2011 to November 2012, blood samples were obtained in 26 patients. In 107 paired samples, there was a moderate correlation (r = 0.686, p < 0.0001) between the ScvO2 and SfvO2 and a bias of 8.24 ± 10.44 (95% limits of agreement (LOAs) of -12.23 to 28.70) in the Bland-Altman analysis. In 102 paired samples, there was a strong correlation between the LacA and LacF levels (r = 0.972, p < 0.001) and a bias of -2.71 ± 9.86 (95% LOA of -22.03 to 16.61). The presence of hypoperfusion did not significantly change these results. The clinical agreement between the ScvO2 and SfvO2 was inadequate, since there were different therapeutic decisions in 22.4% of the situations. For the lactate analysis, there were similar therapeutic decisions in 94.8% of the cases. In conclusion, the SfvO2 should not be used as surrogate of the ScvO2. However, the strong correlation and satisfactory clinical agreement between the LacF and LacA levels allows for the use of the LacF level in clinical practice, albeit with caution because the limits of agreement were wide.
Um dos fatores limitantes para a avaliação perfusional em pacientes críticos é a cateterização da veia femoral ao invés da veia suclávia ou veia jugular interna. O objetivo deste estudo foi verificar se o sangue colhido da veia femoral poderia ser usado como estimativa da saturação venosa central de oxigênio (SvcO2) e do lactato arterial (LacA) em pacientes críticos. Neste estudo prospectivo e observacional, incluímos pacientes com idade maior que 18 anos, internados na unidade de terapia intensiva, que tivessem monitorados com cateteres venosos central e femoral. O termo de consentimento foi obtido de todos os participantes. Excluímos pacientes gestantes, aqueles com fistula arteriovenosa funcionante, com membros amputados, com diagnóstico de trombose venosa ou em coma barbitúrico, bem como aqueles que já haviam sido incluídos previamente no estudo. Amostras de sangue foram coletadas simultaneamente de cateter arterial e da porção distal dos cateteres venosos central e femoral. A análise de Bland-Altman e o coeficiente de correlação de Spearman foram utilizados para comparar a saturação venosa femoral (SvfO2) e a SvcO2, bem como o LacA e o lactato venoso femoral (LacF). Uma análise de subgrupo foi realizada em pacientes com sinais de hipoperfusão. Além disso, a concordância clínica também foi investigada. Entre abril de 2011 a novembro de 2012, amostras de sangue foram obtidas de 26 pacientes. Em 107 amostras pareadas, houve moderada correlação (r = 0,686, p< 0,0001) entre a SvcO2 e a SvfO2 e o viés foi de 8,24 ± 10,44 (limite de concordância 95% entre -12,23 a 28,70) na análise de Bland-Altman. Em 102 amostras pareadas, houve forte correlação entre o LacA e o LacF (r = 0,972, p < 0,001) e um viés de -2,71 ± 9,86 (limite de concordância 95% entre -22,03 a 16,61). A presença de hipoperfusão não alterou os resultados de forma significativa. A concordância clínica entre SvcO2 e SvfO2 foi inadequada, uma vez que ocorreram diferenças nas decisões terapêuticas em 22,4% das situações. Para a análise do lactato, ocorreram decisões terapêuticas semelhantes em 94,8% dos casos. Conclui-se que a SvfO2 não deve ser utilizada como substituta da SvcO2. Contudo, a forte correlação e a concordância clínica satisfatória entre os valores de LacF e LacA permite o uso do LacF na prática clínica, embora com cautela, devido aos largos limites de concordância.
Descrição
Citação
MARTI, Yara Nishiyama. Avaliação da saturação venosa de oxigênio femoral como substituta da saturação venosa central em pacientes graves. 2016. 72 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.