Famílias, Relações Intergeracionais E De Gênero: Práticas Compartilhadas De Educação E Cuidado De Crianças Pequenas

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2017-08-18
Autores
Gomes, Ana Paula Pereira [UNIFESP]
Orientadores
Finco, Daniela [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This master's research presents reflections about the contemporary families considering the different dynamics familiar from the perspective of the children. The research investigates the practices shared in the care and education of children of Early Childhood Education from an intergenerational and gender perspective, involving children and families, mothers and grandparents. It seeks to understand the different social functions performed by family members in contemporary society, the way they are seen by children and how the institution of Early Childhood Education has welcomed these family transformations. Its theoretical reference is Feminist Studies, Gender Studies and Sociology of Childhood. It brings the methodological challenges of being a research teacher of young children seeking the perspective of children from drawing and orality, considering the experiences narrated and interpreted by the boys and girls in their drawings. The results reveal permanences and transformations related to the conceptions of the family and the social function of the woman, and points to the tensions and challenges that permeate the relations of partnership between the institution of Early Childhood Education. The research seeks to contribute to the visibility of the emergence of new family settings, thinking of the family as an institution that has its own dynamics and that works in partnership with the institution of Early Childhood Education in promoting care practices and education of young children. It is a reflection that considers the new social, economic and cultural demands that have transformed the society in which small children participate actively.
Esta pesquisa de mestrado apresenta reflexões acerca das famílias contemporâneas considerando as diferentes dinâmicas familiares a partir da ótica das crianças. A pesquisa investiga as práticas compartilhadas no cuidado e na educação de crianças da Educação Infantil numa perspectiva intergeracional e de gênero, envolvendo crianças e familiares, mães e avós. Busca compreender as diferentes funções sociais desempenhadas pelos membros da família na sociedade contemporânea, a forma como são enxergadas pelas crianças e como a instituição de Educação Infantil tem acolhido estas transformações familiares. Tem como referencial teórico os Estudos Feministas, os Estudos de Gênero e os da Sociologia da Infância. Traz os desafios metodológicos de ser professora pesquisadora de crianças pequenas buscando a perspectiva das crianças a partir do desenho e da oralidade, considerando as experiências narradas e interpretadas pelos meninos e meninas em seus desenhos. Os resultados revelam permanências e transformações relacionadas às concepções de família e da função social da mulher, e aponta para tensões e desafios que permeiam as relações de parceria com a instituição de Educação Infantil. A pesquisa procura contribuir para a visibilidade da emergência de novas configurações familiares, pensando a família enquanto instituição que possui uma dinâmica própria e que atua em parceria da instituição de Educação Infantil na promoção de práticas de cuidado e educação de crianças pequenas. Trata-se de uma reflexão que considera as novas demandas sociais, econômicas e culturais que têm transformado a sociedade nas quais as crianças pequenas participam ativamente.
Descrição
Citação