Adolescentes e jovens com diversidade de gênero e violência sexual: uma revisão sistemática

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2023-05-31
Autores
Cá, Abdel Boneensa
Orientadores
Vitalle, Maria Sylvia de Souza
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivo: Identificar/Analisar as características da violência sexual contra adolescentes e jovens trans, suas repercussões e os fatores que a propiciam. Metodologia: Trata-se de uma revisão sistemática de abordagem qualitativa e de caráter descritivo-exploratório conduzida segundo a metodologia proposta pelo Instituto Joanna Briggs; utilizando a recomendação de relato do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta analyses (PRISMA). A pergunta norteadora foi elaborada envolvendo o acrônimo PICo: P = adolescentes e jovens trans; I = violência sexual; Co = fatores predisponentes serviços de saúde. A pesquisa nas bases de dados foi efetuada nos meses de julho e agosto de 2022 por dois revisores de forma independente e incluiu as seguintes bases: Pubmed, Embase, Scopus, Lilacs, Scielo e Web of Science. Como critério de inclusão foram considerados estudos primários de abordagem qualitativa disponíveis na integra; população de adolescentes e jovens trans na faixa etária de 10 a 24 anos e que sofreram violência sexual. Foi utilizada, também, a literatura cinzenta, protocolos publicados pelas instituições credenciadas, dissertações e teses de doutorado. Resultados: A pesquisa analisou três artigos que foram publicados entre 2017 e 2021 e os resultados foram categorizados em: 1) Perpetradores da violência sexual contra a população trans; 2) Tipos de violências sofridas pelas pessoas Trans e os fatores que influenciam sua ocorrência e 3) Consequência da violência na saúde de adolescentes e jovens Trans. Considerações finais: Há repercussões de ordens psicológicas, sexuais, físicas e sociais na vida dessas pessoas. Pessoas trans que sofreram a violência sexual têm medo de ter novos relacionamentos, dificuldade de estabelecer relacionamento íntimo e amigável e se sentem culpadas pelas violências sofridas, apresentam mudanças no comportamento e insegurança nos espaços públicos. Depressão, ansiedade, baixa autoestima, lesões corporais, estresse pós-traumático, distúrbios de sono e do aprendizado, delírios, alucinações, transtornos psicóticos, ideação suicida e até a morte também estão presentes. Como fatores que propiciam a violência se apresentam a discriminação, aversão estigma e preconceitos enraizados na sociedade.
Descrição
Citação
CÁ, A. B. Adolescentes e jovens com diversidade de gênero e violência sexual: uma revisão sistemática. 2023. 56f. Dissertação (Mestrado em Ciências: Educação e Saúde na Infância e Adolescência) - Universidade Federal de São Paulo, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Guarulhos, 2023.