Aplicação de técnicas de revisão sistemática, metanálise e meta-regressão na relação entre distúrbios metabólicos e transtornos do humor

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2021
Autores
Grigolon, Ruth Bartelli [UNIFESP]
Orientadores
Brietzke, Elisa Macedo [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This doctoral project contemplated issues relevant to the area of Psychiatry. The use of alternative therapies, in the case of medication (antihyperglycemic agents) or dietetic/nutritional (DC) for the treatment of MDD, focusing on on disease-maintaining mechanisms (e.g., cognitive and symptoms of anhedonia) as inflammatory and metabolic factors. Corroborating with these findings, a CR-specific nutritional intervention was also able to demonstrate changes in the functioning of domains important to practice clinic related to MDD. In addition, the impact of factors that interfere in the treatment of BAD and TMD, such as hypersomnia and BMI. Approximately one third of individuals with BAD have hypersomnia, a symptom which can be a confounding factor for psychotropic therapy and the identification of depressive processes. BMI, in turn, should be a factor to be considered in the initiation of MDD treatment, in addition to choosing the type of antidepressant therapy (if monotherapy or combination therapy, e.g. with antipsychotics) as elements relevant to the prognosis and remission of the disease.
Este projeto de doutorado contemplou assuntos relevantes para a área de Psiquiatria. O uso de terapias alternativas, no caso medicamentosa (antihiperglicemiantes) ou dietética/nutricional (DC) para o tratamento do TDM focando nos mecanismos mantenedores da doença (por exemplo, fatores cognitivos e sintomas de anedonia) como fatores inflamatórios e metabólicos. Corroborando com esses achados, uma intervenção nutricional específica de RC, também foi capaz de demonstrar mudanças no funcionamento de domínios importantes para a prática clínica relacionada aos TDM. Além disso, foram demonstrados o impacto de fatores que interferem no tratamento de TAB e TMD, como a hipersonia e o IMC. Aproximadamente, um terço dos indivíduos com TAB apresentam hipersonia, sintoma esse que pode ser fator de confusão para a terapia psicotrópica e a identificação de processos depressivos. O IMC, por sua vez, deve ser um fator a ser considerado no início do tratamento de TDM, além da escolha do tipo de terapia antidepressiva (se monoterapia ou terapia combinada, por exemplo, com antipsicóticos) como elementos relevantes ao prognóstico e remissão da doença.
Descrição
Citação