Avaliação do desenvolvimento neuromotor de lactentes prematuros e fatores biológicos e socioeconômicos

dc.contributor.advisorSá, Cristina dos Santos Cardoso de [UNIFESP]
dc.contributor.advisor-coCarvalho, Raquel de Paula [UNIFESP]
dc.contributor.advisor-coLatteshttp://lattes.cnpq.br/7980384093582831
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9259523998158401pt_BR
dc.contributor.authorEsteves, Jéssica Pedrassa [UNIFESP]
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5884000935277552pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.coverage.spatialSantospt_BR
dc.date.accessioned2019-11-25T15:47:36Z
dc.date.available2019-11-25T15:47:36Z
dc.date.issued2010
dc.description.abstractNas últimas décadas o avanço tecnológico alcançado no campo da assistência neonatal contribuiu notavelmente para a redução das taxas de mortalidade de recém nascidos prétermos (RNPT) favorecendo os índices de sobrevida. Tais bebês, porém, têm maior probabilidade de apresentar atrasos do desenvolvimento neuromotor. Estas crianças estão propensas aos riscos biológicos, ao nascimento, e aos riscos socieconômicos. E assim podem apresentar dificuldades para adaptar-se à vida extra-uterina devido à imaturidade dos diversos sistemas orgânicos e aos riscos os quais estão expostos. O objetivo deste estudo foi caracterizar o desenvolvimento neuromotor de lactentes prematuros e analisar a influência de fatores biológicos e socioeconômicos na aquisição motora destas crianças. Cada bebê foi avaliado quanto ao seu desempenho motor pela escala canadense Alberta Infant Motor Scale (AIMS) e foi utilizado questionário com os responsáveis, contendo identificação do neonato, informações sobre gestação, parto e pós-parto, as complicações clínicas. A amostra foi composta por 30 bebês de ambos os gêneros, nascidos com idade gestacional inferior a 37 semanas gestacionais divididos em dois grupos segundo a IG: limítrofe e moderado. Na primeira avaliação neuromotora 79% dos pré-termos limítrofes situou-se entre 50-75% somente 15% situaram-se no percentil 10 apresentando desempenho motor suspeito. Enquanto que 70% dos bebês do grupo moderado permaneceram no percentil 50. No presente estudo não foram encontrados atrasos significativos no desempenho motor grosso de bebês pré-termos avaliados pela AIMS. Os fatores socioeconômicos e biológicos, exceto o tempo de internação em UTI (p=0,055) não influenciaram o desenvolvimento neuromotor dos bebês no que se refere à avaliação inicialpt_BR
dc.description.abstractIn recent decades technological advances achieved in the field of neonatal care contributed significantly to the reduction of mortality rates of infants born preterm favoring the survival rates. These babies, however, are more likely to be delayed neuromotor development. These children are prone to biological risks at birth and socioeconomic risks. And so may have difficulty adapting to extrauterine life due to immaturity of various organ systems and the risks they are exposed. The aim of this study was to characterize the neuromotor development of preterm infants and to analyze the influence of biological and socioeconomic factors driving the acquisition of these children. Each infant was evaluated for its performance by Canadian scale motor Alberta Infant Motor Scale (AIMS) questionnaire was used and with those responsible, containing identification of the newborn, information on pregnancy, childbirth and postpartum medical complications. The sample consisted of 30 infants of both sexes, born with gestational age less than 37 weeks gestation were divided into two groups according to gestational age: borderline and mild. In the first assessment of neuromotor 79% threshold preterm births was between 50-75% only 15% were located in the 10th percentile have a performance motor suspect. While 70% of the babies remained in the moderate group 50th percentile. In the present study were not found significant delays in gross motor performance of preterm infants assessed by AIMS. The socioeconomic and biological factors, except the time of ICU admission (p = 0.055) did not affect the neuromotor development of infants in relation to the initial assessment.en
dc.format.extent51 f.pt_BR
dc.identifier.citationESTEVES, Jéssica Pedrassa. Avaliação do desenvolvimento neuromotor de lactentes prematuros efatoresbiológicos e socioeconômicos. 2010. 51 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51601
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectRecém-Nascido Prematuropt_BR
dc.subjectDesenvolvimento Infantilpt_BR
dc.subjectFatores de riscopt_BR
dc.subjectAlberta Infant Motor Scale – AIMSpt_BR
dc.subjectPreterm newbornen
dc.subjectChild developmenten
dc.subjectRisk factorsen
dc.subjectAlberta Infant Motor Scale – AIMSen
dc.titleAvaliação do desenvolvimento neuromotor de lactentes prematuros e fatores biológicos e socioeconômicospt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
unifesp.campusInstituto de Saúde e Sociedade (ISS)pt_BR
unifesp.departamentoCiências do Movimento Humanopt_BR
unifesp.graduacaoFisioterapiapt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
TCC-JessicaPEsteves.pdf
Tamanho:
1.36 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
5.35 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição:
Coleções