Via revistas e jornais: a seção que ecoa as polêmicas e embates em torno da educação na grande imprensa (1930-1931)

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2019-05-23
Autores
Souza, Cleber Soares De [UNIFESP]
Orientadores
Almeida Neto, Antonio Simplicio De [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The section “Através das Revistas e Jornais” (Flipping Through Magazines and Newspapers) is part of a pedagogical journal titled Escola Nova (New School), which was created in October 1930, by the Diretoria Geral de Instrução Pública (General Bureau for Public Education), the office which is responsible for organizing public education in São Paulo. The journal was mainly concerned with discussing, echoing, reverberating and broadcasting what the commercial press of that time published on its pages about education and society in the beginning of the said decade. It also propagated the ideals of the São Paulo Educational Society, a private entity created to think about, build upon and press forward policies by public institutions towards implementing a certain teaching system. Under the crisis and transformations in the oligarchic system and the intensification of the dispute around the State, the New School emerged as some sort of continuity, since this public agency had established a tradition in the production of pedagogical literature. From its front cover, however, the journal made clear what pedagogical trend it followed. This promoted a toughing up of the fight that the followers of Lourenço Filho, the publisher, were willing to wage. For this reason, the section “Através das Revistas e Jornais” became the object of analysis in this dissertation, whose goal was to study the controversies and clashes which resulted from a diverse array of discursive tools and devices used by the publisher in order to convince its readers of the tacit consensus he sought to establish around the political and educational project ingrained in the administrative reforms promoted by the provisional government and the Diretoria Geral de Instrução Pública. The columns of the said section reveal incongruities as to the ways to conduct an authoritarian project of society.
A seção Através das Revista e Jornais é uma parte da revista pedagógica Escola Nova criada em outubro de 1930, pela Diretoria Geral de Instrução Pública responsável pela organização do ensino paulista. O periódico se dedicava, principalmente, a repercutir, ecoar, reverberar e veicular o que a imprensa comercial à época publicava em suas páginas sobre a educação e sociedade no início da mesma década. Propagandeava-se também o ideário da Sociedade de Educação de São Paulo, entidade privada criada para pensar, construir e influenciar as instituições públicas para a efetivação de um sistema de ensino. Sob a crise e transformações no sistema oligárquico e o acirramento da disputa em torno do Estado, a Escola Nova surgia como continuidade, pois, o órgão público havia construído uma tradição na produção de impressos pedagógicos. No entanto, rompe-se com a tradição e passa a apresentar com mais contundência o seu projeto político educacional, escancararando, desde a sua capa, qual a corrente pedagógica que defendia, apresentava o recrudescimento da batalha do grupo de Lourenço Filho, diretor geral, que comandava o periódico e estava disposto a empreender. A seção Através das Revistas e Jornais, por essa perspectiva, foi o objeto dessa dissertação na qual se preocupou em estudar as polêmicas e embates que, apesar do seu diretor mobilizar uma diversidade de instrumentos discursivos e dispositivos para convencer seu público-leitor, o professorado, havia um consenso tácito em torno do projeto político-educacional incorporado pelas reformas administrativas do governo provisório e da Diretoria Geral de Instrução Pública. As páginas da seção publicavam e traduziam em suas colunas as divergências na condução do projeto autoritário de sociedade.
Descrição
Citação
Coleções