A satisfação do familiar no pronto-socorro infantil sobre a qualidade do serviço e fluxo de atendimento

dc.audience.educationlevelDoutorado
dc.contributor.advisorInnocenzo, Maria D [UNIFESP]
dc.contributor.authorMacedo, Giselle Pinto De Oliveira Sa [UNIFESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.date.accessioned2021-01-19T16:32:13Z
dc.date.available2021-01-19T16:32:13Z
dc.date.issued2019-02-28
dc.description.abstractObjective: To evaluate the satisfaction rate of the pediatric patients’ companion regarding the quality of care provided and the waiting times in the care flow of the emergency department. Methods: An exploratory, descriptive study was conducted at the Pediatric Emergency Department of a general hospital in the city of São Paulo with participation of 300 pediatric patients. Data collection was performed during February and March 2016. A validated instrument was made available for the family members’ evaluation of the quality of the emergency service. The Spearman correlation and the Mann-Whitney test were used for statistical analysis and the significance level was set at 5% (p<0.05). The subjects of the study and the times recorded in hours were characterized through descriptive analysis, and data were presented in tables as absolute and relative frequencies. Results: The sample included 159 girls (53.0%) and 141 boys (47.0%) with a mean age of 4.6 years. Regarding screening, 214 (71.4%) pediatric patients who entered the emergency department were classified as green, 64 (21.3%) as yellow, 15 (5.0%) as blue, and seven (2.3%) as red. Among the diagnoses, respiratory diseases predominated in the sample, and affected 139 (46.3%) patients, while digestive diseases affected 67 (22.3%) children. As for medical conduct, intravenous medications were prescribed to 137 (45.6%) children and inhalation to 113 (37.6%) children. Among children in the sample, 221 (73.6%) were discharged, 72 (24.0%) were transferred to the pediatric ward, and four (1.3%) were transferred to the Pediatric Intensive Care Unit. Patients’ companions were satisfied with the quality of care provided at the Pediatric Emergency Department. There was significant statistical difference (p<0.05) regarding the satisfaction index of family members of children diagnosed with dermatological diseases, who received medications via rectal route and sought the service because they considered it as a reference or because they did not have health insurance. The level of satisfaction expressed by children’s companions is statistically significant (p<0.05), the shorter the time that patients waited for screening, consultation with the doctor and for receiving the medication prescribed. Companions that took their children to the emergency department because of the pathology (p-0.029) or because they did not find doctors in other hospitals (p-0.021) were satisfied with the waiting time for care. Conclusions: The family members surveyed were satisfied with the quality of care provided to their children and when they were served quickly in the emergency service.en
dc.description.abstractObjetivo: Avaliar o índice de satisfação do acompanhante do paciente pediátrico com relação à qualidade do atendimento prestado e quanto aos tempos de espera referente ao fluxo do serviço de emergência. Métodos: Desenvolveu-se um estudo exploratório e descritivo no Pronto-Socorro Infantil de um hospital geral do município de São Paulo que contou com a participação de 300 pacientes pediátricos. A coleta de dados foi realizada durante os meses de fevereiro e março de 2016. Foi disponibilizado um instrumento validado aos familiares para avaliar a qualidade do serviço de emergência. A análise estatística utilizou a correlação de Spearman e o teste de Mann-Whitney e adotou um nível de significância de 5% (p<0,05). A análise descritiva caracterizou os indivíduos do estudo, os tempos registrados em horas, sendo apresentados sob forma de tabelas que abrangeram frequências absolutas e relativas. Resultados: A amostra foi constituída por 159 (53,0%) crianças pertencentes ao gênero feminino e 141 (47,0%) ao masculino, com média de idade de 4,6 anos. Quanto à classificação, os pacientes pediátricos que adentraram o Pronto-Socorro, 214 (71,4%) deles foram classificados na cor verde, 64 (21,3%) em amarelo, 15 (5,0%) na cor azul e sete (2,3%) na cor vermelha. Dentre os diagnósticos, houve predomínio das doenças respiratórias evidenciada em 139 (46,3%) dos pacientes e doenças digestivas apresentadas por 67 (22,3%) crianças. Evidenciou-se a conduta médica por meio da prescrição de medicações por via endovenosa em 137 (45,6%) crianças e via inalatória em 113 (37,6%) delas. Dentre as crianças da amostra, 221 (73,6%) receberam alta, 72 (24,0%) foram transferidas à enfermaria pediátrica e quatro (1,3%) deles encaminhados à Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica. Os acompanhantes dos pacientes demonstraram-se satisfeitos com a qualidade de atendimento prestado pelo Pronto-Socorro Infantil. Registrou-se diferença estatística significativa (p<0,05) quanto ao índice de satisfação manifestado pelos familiares das crianças diagnosticadas com doenças dermatológicas, que receberam medicações administradas pela via retal e que procuraram o serviço por considerarem-no como referência ou por não possuírem plano de saúde. O nível de satisfação manifestado pelos responsáveis é estatisticamente significante (p<0,05) quanto menor for o tempo de espera para que os pacientes possam ser avaliados na classificação de risco, atendidos pelos médicos e receberem a medicação prescrita. Os acompanhantes que levaram suas crianças ao Pronto-Socorro devido à patologia (p-0,029) ou por não encontrarem médicos em outros hospitais (p-0,021), estão satisfeitos com o tempo de espera para o atendimento. Conclusões: Os familiares pesquisados encontram-se satisfeitos no que se refere à qualidade de atendimento prestada às suas crianças e quando às mesmas são atendidas com rapidez no serviço de emergência.pt
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2019)
dc.format.extent137 p.
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7638154pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59360
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectNursingen
dc.subjectQuality Of Health Careen
dc.subjectPatient Satisfactionen
dc.subjectEmergency Hospital Serviceen
dc.subjectChild.en
dc.subjectEnfermagempt
dc.subjectQualidade Da Assistência À Saúdept
dc.subjectSatisfação Do Pacientept
dc.subjectServiço Hospitalar De Emergênciapt
dc.subjectCriança.pt
dc.titleA satisfação do familiar no pronto-socorro infantil sobre a qualidade do serviço e fluxo de atendimentopt
dc.typeTese de doutorado
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Enfermagempt
unifesp.graduateProgramEnfermagempt
unifesp.knowledgeAreaEnfermagem, Cuidado E Saúdept
unifesp.researchAreaGestão, Gerenciamento E Educação Em Enfermagem E Saúde (Ggees)pt
Arquivos