Perfil psicossocial do paciente com impercepção de sono

dc.contributor.advisorPrado, Gilmar Fernandes do [UNIFESP]
dc.contributor.authorBarreto, Luciane de Andrade [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:45:53Z
dc.date.available2015-12-06T23:45:53Z
dc.date.issued2010
dc.description.abstractIntrodução: Segundo a Classificacao Internacional de Disturbios do Sono (ICSD), Impercepcao de Sono (IS) e uma desordem na qual ha queixa de insonia sem que se encontre evidencias objetivas da presenca de perturbacao no sono. O presente estudo procura identificar caracteristicas psicossociais entre pacientes com IS, explorando historia de vida, ambiente sociocultural e familiar. Metodo: Foi feito o levantamento de todos os pacientes com IS atendidos no Ambulatorio Neuro-Sono e Laboratorio de Sono (UNIFESP). Entre 2000 prontuarios e 1735 laudos polissonograficos, foram identificados 60 pacientes com IS confirmada (33 mulheres e 27 homens), 75% com idade entre 29 e 59 anos e 80% originarios de fora da Cidade de São Paulo. Vinte pacientes com IS foram submetidos a entrevistas semi-estruturadas seguindo um roteiro de perguntas que abrangem a vida e as experiencias, da infancia aos dias de hoje, explorando a percepcao do paciente em relacao a suas vivencias e existencia. Foi feita analise de conteudo das entrevistas, buscando descrever o perfil dos individuos com IS quanto a percepcao, sentimento, pensamento e insercoes familiar e social. Resultados: A analise dos prontuarios indicou que a gravidade das queixas noturnas nao foi comprovada por evidencia objetiva de perturbacao do sono, deficit no desempenho diurno ou sonolencia excessiva. Estagios do Sono 1 e 2 eram mais longos do que entre pessoas sem esta queixa. Dados provenientes da analise das 20 entrevistas indicam caracteristicas similares entre pacientes com IS, como ambiente ameacador, pouco protetor ou inseguro, desenraizamento, proatividade, resiliencia, perdas e lutos recorrentes, alem de relatos sobre os efeitos de longo prazo da queixa sobre sua Saúde. Conclusao: A identificacao do perfil psicossocial de pacientes com IS e outros disturbios do sono contribui no direcionamento mais preciso em relacao a diagnostico, tratamento e conduta. Suspeitamos que o perfil encontrado neste estudo sao se restringe apenas a cultura brasileira, mas provavelmente abrange o tratamento de pacientes com IS, admitindo a equivalencia em diferentes culturaspt
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
dc.format.extent116 p.
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2010. 116 p.
dc.identifier.fileepm-3041216241161.pdf
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22511
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectDistúrbios do Início e da Manutenção do Sonopt
dc.subjectPerfil de Saúdept
dc.subjectPesquisa Qualitativapt
dc.subjectEntrevistapt
dc.titlePerfil psicossocial do paciente com impercepção de sonopt
dc.title.alternativePsychosocial features of patients with Sleep State Misperceptionen
dc.typeTese de doutorado
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramSaúde Baseada em Evidências
Arquivos