A visão de José Capela sobre o Trabalho Forçado em Moçambique : caminhos interpretativos, conclusões inevitáveis (1977-1978)

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2014
Autores
Benedetti, Lucas Maia [UNIFESP]
Orientadores
Santos, Patrícia Teixeira [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This research focuses on the theme of European colonialism in Africa, from the late nineteenth century and the subsequent three quarters of the twentieth century. More specifically, the goal is to identify the vision of José Capela (1932-2014) on the system of forced labor in Mozambique. Emphasis will be placed on the form with which the portuguese researcher, who is a reference in studies concerning both on colonial Mozambique, as on forced labor, noticed this practice works from "The tax of Palhota and the introduction of the capitalist mode of production in the colonies: colonial ideas of Marcelo Caetano; Labour legislation in the colonies in the 60s "(1977) and "Slavery. Concepts. The Firm of Looting " (1978). It was observed that the author saw elements of continuity of Slavery in the forced labor, as well as understand the obligation of payment of tax of Palhota by mozambicans as a supposedly indirect mechanism of coercion of free workers.
Esta pesquisa centra-se na temática do colonialismo europeu em África, entre o final do século XIX e os três quartos subsequentes do século XX. Mais especificamente, o objetivo é identificar a visão de José Capela (1932-2014) sobre o regime de Trabalho Forçado em Moçambique. Dar-se-á destaque sobre a forma com a qual o pesquisador português, que é uma referência nos estudos concernentes tanto sobre Moçambique colonial, quanto sobre o trabalho forçado, percebeu essa prática a partir das obras “O Imposto de Palhota e a introdução do modo de produção capitalista nas colónias: As ideias coloniais de Marcelo Caetano; Legislação do Trabalho nas colonias nos anos 60” (1977) e “Escravatura. Conceitos. A Empresa de Saque” (1978). Foi observado que o autor enxergou elementos de continuidade da Escravidão no trabalho forçado, assim como entendeu a obrigatoriedade do pagamento do Imposto de Palhota pelos moçambicanos como um mecanismo indireto de coação de trabalhadores supostamente livres.
Descrição
Citação
BENEDETTI, Lucas Maia. A visão de José Capela sobre o Trabalho Forçado em Moçambique : caminhos interpretativos, conclusões inevitáveis (1977-1978). Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em História) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2014.
Coleções