Academia Estudantil de Letras (AEL): reflexões sobre eventos e práticas de letramento no processo de formação do leitor literário

dc.contributor.advisorVóvio, Claudia Lemos [UNIFESP]
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6082754427382954pt_BR
dc.contributor.authorAmaral, Izabel Cristina Macedo [UNIFESP]
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3607524980206002pt_BR
dc.coverage.spatialwebconferênciapt_BR
dc.date.accessioned2023-01-23T17:28:28Z
dc.date.available2023-01-23T17:28:28Z
dc.date.issued2022-11-23
dc.description.abstractEsta pesquisa insere-se na área da Educação, com ênfase nos Estudos da Linguagem, e tem como tema a formação do leitor literário na escola. Nosso objeto de estudo é a Academia Estudantil de Letras (AEL), uma das políticas de letramento da Rede Municipal de Ensino de São Paulo (RMESP), sobre a qual há poucas pesquisas acadêmicas, que visa ao desenvolvimento das competências leitoras e escritoras dos estudantes. As dificuldades encontradas pela escola, enquanto principal agência de letramento, que deveria garantir o desenvolvimento da leitura e da produção de textos; e a relevância das discussões a respeito das políticas públicas necessárias para a democratização das práticas culturais motivaram a realização deste estudo, que objetiva apresentar como a AEL é implementada em uma escola da Diretoria Regional de Educação (DRE) São Mateus (SP), região com alto índice de vulnerabilidade social; discutir sobre as principais práticas e eventos de letramento mobilizados pela AEL, além de traçar um paralelo entre o seu desenho e a forma como é implementada. Para isso, empregamos uma metodologia de cunho qualitativo, com análise de fontes documentais e de entrevistas em profundidade feitas com estudantes e agentes implementadores da política de diferentes níveis de atuação. Analisamos tais dados a partir das categorias: disponibilidade, acesso e apropriação (KALMAN, 2004a; KALMAN, 2004b); da perspectiva sociocultural dos Estudos do Letramento (ARAÚJO, 2013; BARTON e HAMILTON 2000; BUNZEN, 2010; HERNÁNDEZ-ZAMORA, 2005; STREET, B., 2004; STREET, B. 2014; STREET; STREET, 2014; GRAFF, 2016; KALMAN, 2004a; KALMAN, 2004b; KLEIMAN, 1995; KLEIMAN, 2019; MACEDO, 2020; MACEDO, 2021; VÓVIO, 2007; ZAPPONE, 2008; ZAPPONE; NASCIMENTO, 2019) e de pesquisas sobre as Políticas Públicas (ARRETCHE, 2001; LOTTA, 2019; FIRMINO, 2020). Como resultados, obtivemos reflexões a respeito das potencialidades e das fragilidades da AEL, apontamos quais aspectos atrelados à disponibilidade e ao acesso precisam ser revistos para que mais escolas possam aderir ao projeto e para que a AEL possa fazer com que mais estudantes se apropriem das produções literárias, tornando-se leitores críticos, protagonistas e autores de sua própria história.pt_BR
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopt_BR
dc.emailadvisor.customcl.vovio@unifesp.brpt_BR
dc.format.extent159 f.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/66528
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectPolíticas de Letramentopt_BR
dc.subjectProgramas de Leiturapt_BR
dc.subjectLetramento literáriopt_BR
dc.subjectFormação do leitorpt_BR
dc.titleAcademia Estudantil de Letras (AEL): reflexões sobre eventos e práticas de letramento no processo de formação do leitor literáriopt_BR
dc.typeDissertação de mestradopt_BR
unifesp.campusEscola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH)pt_BR
unifesp.graduateProgramEducaçãopt_BR
unifesp.knowledgeAreaLinguagens e saberes em contextos formativospt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Dissertação Izabel Amaral (PDFA).pdf
Tamanho:
1.92 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
5.75 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: