Tecendo Renda: avaliação da articulação para o escoamento de alimentos da RAMA

Imagem de Miniatura
Data
2023-07-13
Autores
Santos, Luciana Antonio [UNIFESP]
Orientadores
Montero, Leda Lorenzo [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Redes com modelos horizontais e de apoio mútuo podem contribuir para o escoamento de alimentos através de uma organização que fortaleça a economia solidária, a agricultura familiar e a agroecologia. Os objetivos deste estudo foram abordar quais os pontos favoráveis e desfavoráveis do modelo de escoamento da RAMA (Rede Agroecológica de Mulheres Agricultoras) na cidade de São Paulo e Região Metropolitana, o potencial agregado ao beneficiamento da banana in natura e em formato de chips, e os possíveis efeitos da pandemia do Covid-19 sobre a produção de alimentos agroecológicos e o seu consumo no período de 2018 a 2022. Para isso, foram analisados dados das compras mensais de Grupos de Consumo Responsável e Institutos de Economia Solidária que vendem alimentos. As compras avaliadas tiveram uma flutuação no período estudado, tanto no faturamento quanto na quantidade de produtos escoados. As flutuações anuais têm relação com as características dos GCRs que organizam as compras, sendo que alguns destes grupos atuam dentro de universidades, por isso em meses de férias as compras param. Em 2020, junto a pandemia do Covid-19, houve um aumento significativo do faturamento gerado para as agricultoras e esse padrão se manteve em 2021, sendo o ano em que o faturamento anual foi o mais alto de todos os anos analisados. Mudanças na forma da articulação e no número de coletivos envolvidos nas compras, explicam em parte os padrões de escoamento observados, tanto na quantidade de alimentos, como nos valores. Os resultados mostram que o beneficiamento da banana chips é uma atividade viável de geração de renda, com valores por hora estimados em R$19 e R$25, considerando a venda dos chips a R$4,00 e R$5,00 respetivamente. A partir do presente trabalho, é possível afirmar que que uma organização horizontal, articulada nas pautas do feminismo e a economia solidária, tem capacidade de escoar alimentos, de fortalecer a agroecologia e de promover o empoderamento das mulheres agricultoras. Comprovamos a capacidade de geração de renda e de articulação de doações de alimentos no período de pandemia, o que fortaleceu comunidades periféricas e indígenas da região metropolitana de São Paulo. Em um momento de total descaso do poder público, esta articulação foi capaz de promover a permanência das agricultoras nos seus territórios e de fomentar a segurança alimentar na cidade. Assim, é possível concluir que este tipo de articulações pode ser uma das bases para efetivar sistemas agro-alimentares resilientes.
Networks with horizontal models and mutual support can contribute to the flow of food through an organization that strengthens the solidarity economy, family farming, and agroecology. The objectives of this study are to address the favorable and unfavorable points of the flow model of RAMA (Agroecological Network of Women Farmers) in the city of São Paulo and the Metropolitan Region, the added potential for processing bananas in natura and in the form of chips, and the possible effects of the Covid-19 pandemic on the production of agroecological food and its consumption in the period from 2018 to 2022. For this purpose, data from monthly purchases by Responsible Consumption Groups and non-profit institutes that sell food were analyzed. The evaluated purchases had a fluctuation in the period studied, both in terms of income and in the quantity of products sold, and it has to do with the characteristics of the GCRs that organize the purchases. Some of these groups operate within universities, so in months that coincide with holidays, shopping stopped. In 2020, together with the Covid-19 pandemic, there was a significant increase in the Gross Monthly Income generated for female farmers, and this pattern was maintained in 2021, being the year in which the annual income was the highest of all the years analyzed. Changes in the form of articulation, either with the number of Consumer Groups or with the entry of Institutes, also end up leading to changes in flow patterns, both in terms of quantity and values. Results show that banana chips processing is a viable activity for income generation, with values of R$ 19 and R$ 25 per hour, considering selling chips at R4 and R$5 respectively. It is possible to affirm that an horizontal organization, articulated in the basis on Feminism and Solidarity Economy, has the capacity of food distribution, agroecology strengthen and agriculture-women empowerment. We proved the capacity of income generation and articulation of food donations in the period of pandemic, which strengthen indigenous and peripheric communities in the Metropolitan Region of São Paulo. In a moment of absolute neglect of the public power, this articulation was able to promote the farmers permanence in their territories and the food safety in the city. Therefore, it is possible to conclude that this type of articulation can be one of the basis to effectuate resilient agro-food systems.
Descrição
Citação