Plastisferas: uma revisão sistemática sobre a produção de artigos e suas perspectivas bibliométricas, metodológicas e ambientais

Imagem de Miniatura
Data
2023-06-27
Autores
Silva, Paula Marchiante Polignone da [UNIFESP]
Orientadores
Semensatto Junior, Décio Luis [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A produção de plástico no mundo aumenta exponencialmente a cada ano; registrando-se de 2 milhões de toneladas em 1950 a 368 milhões de toneladas em 2019, e atingindo a expectativa de ~600 milhões de toneladas em 2025. Componentes plásticos são produzidos para serem duráveis, entretanto quando expostos no ambiente a certos processos químicos, físicos e biológicos, os plásticos tendem a perder sua estabilidade e fragmentarem-se em partes menores. Nos últimos anos, houve um crescimento de artigos científicos publicados acerca do tema da plastisfera, que é a comunidade que utiliza os plásticos como substrato. Neste trabalho o objetivo foi o de realizar uma revisão sobre artigos científicos que abordaram as plastisferas entre os anos de 2018 e 2023, identificando aspectos bibliométricos, metodológicos e ambientais e eventuais lacunas que podem contribuir na definição de novas oportunidades de projetos científicos a serem desenvolvidos. O levantamento de artigos foi realizado em quatro bases de dados: Scopus, Science Direct, Web of Science e Scielo, empregando-se o termo "plastisfera" e "plastisphere". Foram considerados apenas artigos publicados em periódicos e que reportaram dados inéditos, sendo excluídos livros, capítulos, trabalhos em eventos e revisões. Foram encontrados 74 artigos, a maioria produzida na China, em ambientes aquáticos, marinhos e com a água como a principal matriz estudada. Centenas de autores envolveram-se com as publicações em uma grande variedade de instituições. Os resultados da revisão apontam que o tema das plastisferas está em amplo desenvolvimento. Nos próximos anos, os desafios envolvem ampliar a abrangência geográfica dos estudos, compreender melhor as interações entre as plastisferas e os outros componentes dos ecossistemas, bem como seus efeitos e impactos ambientais.
The production of plastic in the world increases exponentially each year, with a recorded increase from 2 million tons in 1950 to 368 million tons in 2019 and reaching an expected ~600 million tons in 2025. Plastic components are designed to be durable; but when exposed to certain chemical, physical, and biological processes in the environment, plastics tend to lose their stability and fragment into smaller parts. In recent years, there has been a growth in scientific articles published on the topic of the plastisphere, which refers to the community that utilizes plastics as a substrate. The objective of this study was to conduct a review of scientific articles that addressed plastispheres between the years 2018 and 2023, identifying bibliometric, methodological, and environmental aspects, as well as potential gaps that could contribute to defining new opportunities for scientific projects to be developed. The article search was conducted in four databases: Scopus, Science Direct, Web of Science, and Scielo, using the terms "plastisphere" and "plastisphere". Only articles published in journals that reported new data were considered, whereas books, book chapters, conference papers, and reviews were excluded. A total of 74 articles were found, with the majority produced in China, focusing on aquatic and marine environments with water as the main studied matrix. Hundreds of authors were involved in the publications from a wide range of institutions. The results of the review indicate that the topic of plastispheres is rapidly developing. In the coming years, the challenges involve expanding the geographical scope of studies, gaining a better understanding of the interactions between plastispheres and other components of ecosystems, as well as their environmental effects and impacts.
Descrição
Citação
SILVA, Paula M. P. da. Plastisferas: uma revisão sistemática sobre a produção de artigos e suas perspectivas bibliométricas, metodológicas e ambientais. 2023. 46 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo, Diadema, 2023.