Retorno de ações e a quantificação dos seus fatores de risco

Imagem de Miniatura
Data
2023-01-06
Autores
Capriolli, Leonardo Barboza [UNIFESP]
Orientadores
Oliveira Filho, Bolivar Godinho [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O risco e, consequentemente, o retorno no mercado financeiro se manifestam de diversas formas, seja ele por meio de do risco monetário, cambial, político, ou mesmo a dinâmica interna do mercado. À luz destes fatos, diferentes autores buscaram desenvolver metodologias de quantificação de riscos, assim como suas nuances, alcances e limitações. O presente trabalho tem como objetivo reunir diferentes abordagens sugeridas e implementadas no mercado e no cenário acadêmico internacional e aplica-lo à dinâmica do mercado financeiro brasileiro, incorporando essas abordagens em um modelo que engloba variáveis macroeconômicas e específicas das ações. A discussão bibliográfica busca apresentar os conceitos e modelos envolvidos na metodologia a ser usada no trabalho. A pesquisa é de caráter descritivo e quantitativo, de modo que, por meio de uma base de dados diários de janeiro de 2014 a novembro de 2022 com o retorno histórico das ações selecionadas, a liquidez das ações, a expectativa de inflação divulgada semanalmente no Boletim Focus, a taxa de juros e o retorno do dólar no período, busca quantificar a sensibilidade do retorno de ações a partir de cada um dos fatores, analisando cada um deles em diferentes modelos de regressão linear múltipla buscando desenvolver um modelo que tenha o maior poder explicativo e significância estatística. O modelo foi desenvolvido em linguagem Python e performado no software Visual Studio Code. As conclusões e resultados deste presente trabalho indicaram que o risco de liquidez e o risco cambial apresentam significância estatística para alguns dos setores sob análise, enquanto o risco da expectativa de inflação e monetário apresentaram menor significância estatística, dando abertura para um teste realizado excluindo ambos os fatores. O teste realizado indicou que a exclusão dos fatores não resultou em perda do poder explicativo do novo modelo em comparação ao inicial, além de apresentar melhores resultados associados à qualidade do modelo e a multicolinearidade das variáveis. As conclusões contribuem para ampliar o conhecimento a respeito da utilização de modelos de explicação do retorno de ações do mercado internacional no mercado brasileiro, e as sugestões estão associadas ao diferente uso de fatores de risco, modelos e abordagens diferentes, a principal conclusão está associada ao uso de uma abordagem setorial, que incorpore diferentes fatores a depender do setor sob análise.
Descrição
Citação