A economia circular aplicada em embalagens pós-consumo reforçadas com fibras naturais da coroa do abacaxi

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2021-02-18
Autores
Zuretti, André Snioka [UNIFESP]
Moreschi, Lucas Moço [UNIFESP]
Orientadores
Martins, Cristiane Reis [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O cenário global de incentivo à preservação do meio ambiente exige cada dia mais a organização de sistemas e tecnologias que permitam o desenvolvimento de economias verdes e circulares, reduzindo a quantidade de lixo descartado. Com isso, este trabalho tem visou utilizar fibras da coroa do abacaxi (FCA) tratadas quimicamente como reforços às matrizes poliméricas formuladas a partir de embalagens pós-consumo, que hoje apresentam uma grande desvantagem quanto à resistência mecânica e à necessidade de utilização de aditivos. A FCA possui um grande teor de celulose (70-82%), propriedade essa que favorece a produção de compósitos com boas propriedades mecânicas. Além disso, o Brasil é um dos maiores produtores de abacaxi do mundo, tendo disponível em grande escala para a utilização em pesquisas, com baixo custo de aquisição. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento mecânico dos compósitos obtidos com as matrizes de polietileno de alta densidade (PEAD) e polietileno de baixa densidade (PEBD), ambos de fonte renovável (cana-de-açúcar), além do PEAD pós-consumo (PE-PCR). Para aobtenção dos compósitos formulados a partir de 5%, 10% e 20% de FCA e 2% de compatibilizantes, foi empregado um homogeneizador de alta rotação e uma prensa automatizada com aquecimento, analisando-se as propriedades mecânicas dos compósitos PEAD/FCA em corpos de provas, segundo a Norma ASTM D412. Identificou-se similaridade no comportamento mecânico dos compósitos na utilização das FCA e melhora na resistência à tração com o uso de 5% de FCA nos compósitos com PE-PCR, abrindo possibilidade para incremento destas, com a utilização de compatibilizantes ou aditivos.
The global scenario is incentivizing the preservation of the environment, demands even more the organization of new methods and technologies that allow the development of green and circular economies, reducing the amount of waste discarded. Thereby, we try to present in this work a proposal to use pineapple crown fibers (PCF) chemically treated as reinforcements to polymeric matrices formulated from post-consumer packaging, which today present a great disadvantage regarding the mechanical resistance and the need of additives. PCF has a high cellulose content (70-82%), a property that favors the production of composites with good mechanical properties. In addition, Brazil is one of the largest pineapple producers in the world, available on a large scale been able to use in a research, with low acquisition cost. The objective of this work was to evaluate the mechanical behavior of the composites formulated with high density polyethylene (HDPE) and low-density polyethylene (LDPE), both from a renewable source (sugarcane) and post-consumption HDPE. To obtain composites formulated from 5%, 10% and 20% FCA and 2% compatibilizers, a high-speed homogenizer and an automated press with heating were used, analyzing the mechanical properties of HDPE/FCA composites in proof bodies, according to ASTM D412. Similarity was identified in the mechanical behavior of composites in the use of PCF and improving the resistance 5% PCF in post-consumption HDPE was noticed, opening the possibility for their increase, with the use of compatibilizers and/or additives.
Descrição
Citação
ZURETT, André Snioka; MORESCHI, Lucas Moço.A economia circular aplicada em embalagens pós-consumo reforçadas com fibras naturais da coroa do abacaxi. 2021. 40 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Engenharia Química) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo, Diadema, 2021.