Erva-baleeira: uma possibilidade real da sociobiodiversidade para modelos sustentáveis de produção

Erva-baleeira: uma possibilidade real da sociobiodiversidade para modelos sustentáveis de produção

Alternative title Black sage: a real possibility of sociobiodiversity for sustainable production models
Author Hartwig, Bianca Rezende Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Oliveira Junior, Clóvis José Fernandes de Google Scholar
Abstract A Biodiversidade brasileira é de extrema riqueza e alto potencial para uso econômico, incluindo espécies medicinais. É também uma importante estratégia para o desenvolvimento rural sustentável. Os estudos sobre fitotecnia e produção envolvendo as plantas nativas ainda são escassos perante o universo de possibilidades. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão da cadeia produtiva da erva-baleeira (Cordia curassavica), como modelo de medicamento fitoterápico originado na flora nativa. A pesquisa foi realizada por meio de revisão da literatura científica, e as publicações foram analisadas e agrupadas de acordo com sua especificidade: botânica, ecologia, etnobotânica, fitoquímica e fitotecnia. Constatou-se um amplo uso popular da espécie, muitas vezes associada à ação anti-inflamatória, creditada ao α-humuleno, encontrado em cerca de 3% do óleo essencial. Outros componentes majoritários do óleo são α-pineno, trans-cariofileno e alo-aromadendreno. A erva-baleeira é uma espécie nativa de uso medicinal que apresenta cadeia de produção em avançado estado de estruturação quando comparada a outras da flora brasileira. Na literatura científica, existem muitas informações acerca de sua ecologia, aspectos botânicos, uso por populações tradicionais e estudos fitoquímicos, porém são mais raros os estudos pertinentes à produção, assim, formas de manejo ainda ocorrem por extrativismo. Concluímos que há necessidade de investimentos em pesquisa e produção de espécies medicinais.

Brazilian biodiversity is extremely rich and has high potential for economic use, including medicinal species. It is also an important strategy for sustainable rural development. Studies on phytotechnics and production involving native plants are still scarce before the universe of possibilities. The aim of this study was to review the production chain of black sage (Cordia curassavica) as a model of herbal medicine originated in native flora. The research was conducted by reviewing the scientific literature, the publications were analyzed and grouped according to their specificity: botany, ecology, ethnobotany, phytochemistry and phytotechnics. We found widespread popular use of the species, often associated with antiinflammatory action, credited to alpha-humulene, found in about 3% of the essential oil. Other major components of the oil are α-pinene, trans-caryophyllene and allo-aromadendrene. The black sage is a native species of medicinal use that presents production chain in advanced state of structure when compared to others of the Brazilian flora. In the scientific literature there is a lot of information about its ecology, botanical aspects, use by traditional populations and phytochemical studies, but there are few studies related to production and management, so forms of management still occur through extraction. We concluded the need for investments in research and production of medicinal species.
Keywords Agroecologia
Uso econômico da Biodiversidade
Plantas Medicinais
Cordia Curassavica
Agroecology
Economic use of biodiversity
Medicinal plants
Cordia curassavica
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Diadema
Language Portuguese
Sponsor Outra
Date 2021-02
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 28 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60474

Show full item record




File

Name: TCC_Bianca R Hartwig.pdf
Size: 731.4Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account