Assessment of operative times of multiple surgical specialties in a public university hospital

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2017
Autores
Costa, Altair da Silva, Jr. [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objective: To evaluate the indicators duration of anesthesia, operative time and time patients stay in the operating rooms of different surgical specialties at a public university hospital. Methods: It was done by a descriptive cross-sectional study based on the operating room database. The following stages were measured: duration of anesthesia, procedure time and patient length of stay in the room of the various specialties. We included surgeries carried out in sequence in the same room, between 7: 00 a. m. and 5 p.m., either elective or emergency. We calculated the 80th percentile of the stages, where 80% of procedures were below this value. Results: The study measured 8,337 operations of 12 surgical specialties performed within one year. The overall mean duration of anesthesia of all specialties was 178.12 +/- 110.46 minutes, and the 80th percentile was 252 minutes. The mean operative time was 130.45 +/- 97.23 minutes, and the 80th percentile was 195 minutes. The mean total time of the patient in the operating room was 197.30 +/- 113.71 minutes, and the 80th percentile was 285 minutes. Thus, the variation of the overall mean compared to the 80th percentile was 41% for anesthesia, 49% for surgeries and 44% for operating room time. In average, anesthesia took up 88% of the operating room period, and surgery, 61%. Conclusion: This study identified patterns in the duration of surgery stages. The mean values of the specialties can assist with operating room planning and reduce delays.
Objetivo: Avaliar os indicadores de tempo da anestesia, da operação e da permanência do paciente em sala de diversas especialidades do centro cirúrgico de um hospital universitário. Métodos: Foi realizado em estudo descritivo transversal a partir da base de dados do centro cirúrgico e mensuradas as seguintes etapas: duração de anestesia, tempo do procedimento e tempo de permanência do paciente em sala das diversas especialidades. Foram incluídas as operações realizadas em sequência na mesma sala, das 7h às 17h, eletivas ou de urgências. Realizamos o calculo do percentil 80 da duração das etapas, onde 80% dos procedimentos ficaram abaixo deste valor obtido. Resultados: O estudo incluiu 8.337 operações realizadas no período de 1 ano de 12 especialidades cirúrgicas. A média geral da duração da anestesia de todas as especialidades foi de 178,12±110,46 minutos, e o percentil 80 foi de 252 minutos. A média do tempo operatório foi 130,45±97,23 minutos, e o percentil 80 foi de 195 minutos. A média do tempo total do paciente em sala operatória foi de 197,30±113,71 minutos, e o percentil 80 foi de 285 minutos. A variação da média geral em relação ao percentil 80 foi de 41% na anestesia, 49% nas operações e 44% no tempo de sala. Na média geral, a anestesia ocupou 88% do tempo de sala e a operação, 61%. Conclusão: Este estudo identificou padrões nas durações das etapas das operações. A informação das médias históricas das especialidades pode auxiliar no planejamento do centro cirúrgico e diminuir os atrasos.
Descrição
Citação
Einstein-Sao Paulo. Sao Paulo Sp, v. 15, n. 2, p. 200-205, 2017.
Coleções