Economia comportamental e redes sociais: como os conceitos de economia comportamental são utilizados pelas plataformas de redes sociais

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2019
Autores
Rodrigues, Mariane [UNIFESP]
Orientadores
Araújo, Veneziano de Castro [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O objetivo deste trabalho é investigar e entender como os conceitos de Economia Comportamental são utilizados, ainda que involuntariamente, pelas plataformas e usuários de redes sociais. Busca-se entender quais tipos de heurísticas, nudges e vieses são observados e aplicados em sites como Facebook e Instagram, e o quão expostos estão os usuários destas plataformas a estes conceitos. A metodologia engloba, além de uma revisão de literatura sobre o tema, a aplicação de questionário estruturado autodeclarado e uma incursão etnográfica digital que procurou verificar as interações nestas plataformas junto a estudantes universitários de uma universidade pública da região metropolitana de São Paulo, na faixa etária entre 17 e 44 anos. Foi possível observar a presença de diversos conceitos, tais como: normas sociais, saliência, framing, entre outros. Destaca-se a presença de viés da disponibilidade e viés da confirmação no Facebook (que se torna acentuada devido ao uso da rede principalmente como fonte de informação e entretenimento entre os estudantes observados) e efeito holofote e prova social no Instagram (diante de um intenso uso da plataforma para acompanhamento de publicações e stories dos perfis, além, novamente, do entretenimento). Por fim, entende-se que o presente estudo exploratório cumpre o papel de correlacionar os elementos de economia comportamental e as redes sociais bem como inicia a discussão que associa o tipo de uso à predisposição ao surgimento de vieses específicos.
The main objective of this paper is to investigate and understand how the concepts of Behavioral Economics are used, even unintualy, by platforms and users of social networks. It seeks to understand what types of heuristics, nudges and biases are observed and applied on sites such as Facebook and Instagram, and how exposed the users of these platforms to these concepts. In addition to a literature review on the subject, the methodology includes a self-declared quantitative survey and a digital ethnographic incursion of interactions on these platforms with public university students in the metropolitan region of Sao Paulo in the age group between 17 and 44 years. We can observe the presence of several concepts such as: social norms, salience, framing and others. We highlight the presence of availability bias and confirmation bias on Facebook (which becomes accentuated due to the use of the network mainly as a source of information and entertainment among the observed students) and spotlight effect and social proof on Instagram (an intense use of the platform to follow publications and stories of the profiles). Finally, it is understood that the present exploratory study fulfills the role of correlating the elements of behavioral economics and social networks sites as well as initiates the discussion that associates the type of use with the predisposition to the emergence of specific biases.
Descrição
Citação
RODRIGUES, Mariane. Economia comportamental e redes sociais: como os conceitos de economia comportamental são utilizados pelas plataformas de redes sociais. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Econômicas) - Escola Paulista de Política, Economia e Negócios, Universidade Federal de São Paulo, Osasco, 2019.