Estimulação elétrica nervosa transcutânea na cicatrização da lesão parcial do tendão do calcâneo em ratos

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013
Autores
Folha, Roberta de Araújo Costa [UNIFESP]
Orientadores
Hochman, Bernardo [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introdução: As rupturas do tendao do calcaneo podem perdurar meses para cicatrizarem-se e resultam em um tecido com menor qualidade. A estimulacao eletrica nervosa transcutanea (TENS) possivelmente favorece a sua cicatrizacao, pois libera neuropeptideos e desencadeia um processo de reparo tecidual. Objetivo: Avaliar a influencia da TENS na cicatrizacao da lesao parcial do tendao do calcaneo em ratos. Metodos: Foram utilizados 60 ratos (Wistar-EPM1), submetidos a lesao parcial do tendao do calcaneo por meio de um impacto direto e distribuidos em 6 grupos, conforme o tratamento (TENS ou Simulacao) e periodo de avaliacao (7, 14, e 21 dia apos a lesao). A TENS foi utilizada no modo Burst, por 6 dias consecutivos, com frequencia de 100 Hz, modulada a 2 Hz, duracao do pulso de 200 μs, duracao do trens de pulso de 300 ms e intensidade abaixo do limiar motor, durante 30 minutos. Foram realizadas analises de morfometria para quantificacao de mastocitos e vasos sanguineos, diametro dos vasos sanguineos, birrefringencia para o alinhamento das fibras de colageno e imunohistoquimica para quantificacao de colageno tipos I e III. Resultados: O Grupo TENS apresentou menor alinhamento das fibras de colageno (p=0,001), menor quantidade de colageno tipo III (p=0,001), em todos os periodos avaliados, e tipo I (p=0,033), em 14 dias apos a lesao, comparado ao Grupo Simulacao. Conclusao: A TENS prejudicou o alinhamento das fibras de colageno e reduziu a quantidade de colageno tipos I e III durante a cicatrizacao da lesao parcial do tendao do calcaneo em ratos
Descrição
Citação
FOLHA, Roberta de Araújo Costa. Estimulação elétrica nervosa transcutânea na cicatrização da lesão parcial do tendão do calcâneo em ratos. 2013. 117 f. Dissertação (Mestrado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.