Qualidade de vida de pacientes em hemodiálise: um estudo prospectivo

Show simple item record

dc.contributor.advisor Sesso, Ricardo de Castro Cintra [UNIFESP]
dc.contributor.author Rodrigues Neto, Joao Felicio [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:01:27Z
dc.date.available 2015-12-06T23:01:27Z
dc.date.issued 2001
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2001. 108 p. ilustab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17249
dc.description.abstract Objetivos: Avaliar, de forma prospectiva, a qualidade de vida em pacientes com insufiCiência renal cronica terminal (IRCT) no primeiro ano de dialise, pelo questionario 36-item Short Form Health Survey (SF-36); verificar o impacto de caracteristicas sociodemograficas, clinicas. laboratoriais e cuidados pre-dialise sobre a qualidade de vida e verificar se a versao em portugues do SF-36 tem a propriedade de medida sensibilidade a mudancas. Material e metodos: estudo prospectivo. Amostra: cento e dezoito paciente com IRCT de nove centros de dialise na Grande São Paulo. Medidas: dimensoes do questionario SF-36, no primeiro mes e apos seis meses de dialise, e sua relacao com caracteristicas sociodemograficas, clinicas, laboratoriais e cuidado pre-dialise. Resultados: o escores medios das dimensoes do SF-36 ao inicio da dialise e apos seis meses da primeira avaliacao foram, respectivamente: capacidade funcional 52 vs 53 (p>0,05); aspectos fisicos 28 vs 43 (p<0,01); dor 65 vs 68 (p>0,05); estado geral de Saúde 52 vs 61 (p<0,01); vitalidade 57 vs 50 (p<0,05); aspectos sociais 52 vs 66 (p>0,01); aspectos emocionais 41 vs 56 (p<0,01); Saúde mental 62 vs 60 (p>0.05). Foram identificados como fatores preditivos independentes para pior qualidade de vida, atraves de modelo de regressao linear multipla: sexo feminino, idade avancada, comorbidade cardiovascular e o baixo nivel socioeconomico. Conclusoes: a qualidade de vida melhorou apos seis meses de tratamento dialitico, mas ainda continuou limitada. Identificou-se poucas variaveis relacionadas com a reducao da qualidade de vida, sendo a principal delas o baixo nivel socioeconomico. O SF-36 demonstrou Ter sensiblidade a mudancas, conforme o tempo em dialise, em pacientes com IRCT, na Grande São Paulo pt
dc.format.extent 108 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Qualidade de vida pt
dc.subject Insuficiência renal crônica pt
dc.subject Uremia pt
dc.title Qualidade de vida de pacientes em hemodiálise: um estudo prospectivo pt
dc.title.alternative Quality of life of the patients in haemodialysis: the prospective study en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-017046.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account