Qualidade de vida de pacientes em hemodiálise: um estudo prospectivo

Qualidade de vida de pacientes em hemodiálise: um estudo prospectivo

Título alternativo Quality of life of the patients in haemodialysis: the prospective study
Autor Rodrigues Neto, Joao Felicio Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sesso, Ricardo de Castro Cintra Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Avaliar, de forma prospectiva, a qualidade de vida em pacientes com insufiCiência renal cronica terminal (IRCT) no primeiro ano de dialise, pelo questionario 36-item Short Form Health Survey (SF-36); verificar o impacto de caracteristicas sociodemograficas, clinicas. laboratoriais e cuidados pre-dialise sobre a qualidade de vida e verificar se a versao em portugues do SF-36 tem a propriedade de medida sensibilidade a mudancas. Material e metodos: estudo prospectivo. Amostra: cento e dezoito paciente com IRCT de nove centros de dialise na Grande São Paulo. Medidas: dimensoes do questionario SF-36, no primeiro mes e apos seis meses de dialise, e sua relacao com caracteristicas sociodemograficas, clinicas, laboratoriais e cuidado pre-dialise. Resultados: o escores medios das dimensoes do SF-36 ao inicio da dialise e apos seis meses da primeira avaliacao foram, respectivamente: capacidade funcional 52 vs 53 (p>0,05); aspectos fisicos 28 vs 43 (p<0,01); dor 65 vs 68 (p>0,05); estado geral de Saúde 52 vs 61 (p<0,01); vitalidade 57 vs 50 (p<0,05); aspectos sociais 52 vs 66 (p>0,01); aspectos emocionais 41 vs 56 (p<0,01); Saúde mental 62 vs 60 (p>0.05). Foram identificados como fatores preditivos independentes para pior qualidade de vida, atraves de modelo de regressao linear multipla: sexo feminino, idade avancada, comorbidade cardiovascular e o baixo nivel socioeconomico. Conclusoes: a qualidade de vida melhorou apos seis meses de tratamento dialitico, mas ainda continuou limitada. Identificou-se poucas variaveis relacionadas com a reducao da qualidade de vida, sendo a principal delas o baixo nivel socioeconomico. O SF-36 demonstrou Ter sensiblidade a mudancas, conforme o tempo em dialise, em pacientes com IRCT, na Grande São Paulo
Palavra-chave Qualidade de vida
Insuficiência renal crônica
Uremia
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 108 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 108 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17249

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta