Estudo do desempenho de idosos longevos no teste de fluência verbal semântica

dc.contributor.advisorCendoroglo, Maysa Seabra Cendoroglo [UNIFESP]pt
dc.contributor.authorRodrigues, Lorene Cristina Alves [UNIFESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.date.accessioned2018-07-30T11:53:13Z
dc.date.available2018-07-30T11:53:13Z
dc.date.issued2014-08-27
dc.description.abstractEstudo do desempenho de idosos longevos no teste da fluência verbal semântica. Objetivo: Estudar o desempenho dos idosos longevos no teste da fluência verbal comparado ao MEEM, avaliar a influência de variáveis que interferem no teste e analisar “clustering” e “switching” nesses indivíduos e sua relação com comprometimento cognitivo. MÉTODOS: A amostra foi composta de 142 longevos, nos quais foram aplicados o MEEM e TFV categoria animais em 0-15 seg, 16-30 seg, 31-45 seg e 46-60 seg e realizado análise de “clustering” e “switching”, erros e repetições. Foram avaliadas as variáveis idade, gênero, GDS, comorbidades, déficits sensoriais, polifarmácia, IMC, uso de medicação psicotrópica. Consideramos o TFV normal e alterado de acordo com a escolaridade e a influência do uso de psicotrópicos. Resultados: não houve diferença entre gêneros tanto para performance no MEEM quanto para o TFV na análise quantitativa e qualitativa, não foi observada influência de sexo, idade, IMC, número de doenças, déficits sensoriais, tipo de comorbidades, número de medicamentos, GDS, uso de medicação psicotrópica e MEEM na performance do TFV de acordo com a escolaridade. O número de doenças influenciou negativamente no uso de psicotrópicos (p=0,001) e não houve diferença na performance dos testes nos grupos com ou sem psicotrópicos. Conclusão: os idosos longevos tiveram bom desempenho no TFV categoria animais comparados ao MEEM. A idade avançada, gênero, polifarmácia, comorbidades e déficits sensoriais não influenciaram na performance dos testes. A análise qualitativa e quantitativa do TFV não teve influência de medicação psicotrópica.pt
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
dc.format.extent63 p.
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=938112pt
dc.identifier.citationRODRIGUES, Lorene Cristina Alves. Estudo do desempenho de idosos longevos no teste de fluência verbal semântica. 2014. 63 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
dc.identifier.file2014-0897.pdf
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48596
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectidosos frágeispt
dc.subjectdesordens da fluência verbalpt
dc.subjectperformance psicomotorapt
dc.titleEstudo do desempenho de idosos longevos no teste de fluência verbal semânticapt
dc.typeDissertação de mestrado profissional
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramTecnologias e Atenção à Saúdept
unifesp.knowledgeAreaCiências da saúdept
unifesp.researchAreaMedicinapt
Arquivos