Estudo dermatoscópico do leito e da matriz ungueal em pacientes portadores de melanoníqua estriada

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2007
Autores
Hirata, Sergio Henrique [UNIFESP]
Orientadores
Almeida, Fernando Augusto de [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivo: Descrever e avaliar as caracteristicas dermatoscópicas do leito e da matriz ungueal em pacientes portadores de melanoníquia estriada. Correlacionar esses achados com a histopatologia e apresentar as características do exame clínico e da dermatoscopia da lâmina ungueal neste grupo de pacientes. Métodos: Sessenta e sete pacientes portadores de melanoníquia estriada foram submetidos a avaliação clínica, dermatoscopia da lâmina, dermatoscopia do leito e matriz ungueal e exame histopatológico. Resultados: Foram encontrados seis padrões dermatoscópicos no leito e na matriz ungueal: padrão linear regular discreto sem glóbulos, associado a hipermelanose; linear regular sem glóbulos, associado a hiperplasia melanocítica típica; linear regular com glóbulos e blotch difuso, associados a nevo melanocítico; linear irregular com glóbulos e linear irregular sem glóbulos, associados a melanoma subungueal. Em relação ao exame c1ínico, verificamos que melanomas subungueais foram mais freqüentes em pacientes de cor branca, idade media de 48 anos, portadores de melanoníquias estriadas de tonalidade escura em toda a lâmina ungueal, localizadas no halux ou polegar, e que apresentam o sinal de Hutchinson. Na dermatoscopia da lâmina ungueal observamos associação entre a presença de linhas longitudinais irregulares e o diagnóstico de melanoma subungueal. Conclusões: A dermatoscopia do leito e da matriz ungueal e exame de alta especificidade, superior a do exame clínico e da dermatoscopia da lâmina ungueal. A sensibilidade e comparável a do exame clínico e do exame dermatoscópico da lamina ungueal.
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2007. 132 p.