Revisão bibliográfica sobre angiofluoresceinografia com fluoresceína intravenosa e/ou oral

dc.contributor.advisorAllemann, Norma [UNIFESP]
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0956596522261307pt_BR
dc.contributor.authorFerreira, Gracianna do Carmo [UNIFESP]
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0038776668177097pt_BR
dc.contributor.otherFernandes, Ricardo
dc.coverage.spatialSão Paulopt_BR
dc.date.accessioned2023-02-08T12:31:49Z
dc.date.available2023-02-08T12:31:49Z
dc.date.issued2022
dc.description.abstractObjetivo: revisão de literatura médica publicada nos últimos 10 anos relacionada às diferentes formas de administração do corante vital de fluoresceína sódica para a realização do exame de angiofluoresceinografia de retina. Métodos: Foram acessados os principais sites de busca científica Pubmed, Elsevier e Google Acadêmico. Foi realizada a identificação, coleta e análise das principais contribuições e/ou publicações sobre o tema publicados nos últimos 10 anos. Os artigos foram selecionados a partir de palavras-chave como: angiofluoresceinografia, angiografia, fluoresceína, administração endovenosa, administração oral. Foi realizada uma tabulação dos dados encontrados em estudos clínicos a partir de critérios pré-estabelecidos. Resultados: a análise feita a partir da revisão de literatura afirma que o uso de administração oral de fluoresceína sódica para a realização do exame de Angiofluoresceinografia é viável, se realizado em retinógrafos de grande angular com iluminação de LED, e tem baixas taxas de reações adversas em comparação ao mesmo exame com administração intravenosa. No entanto o número de casos estudados ainda é bem menor que os estudos com administração intravenosa, não sendo possível afirmar que a taxa de reações seja estatisticamente menor em administração oral. Conclusão: foi possível concluir que a administração oral da fluoresceína no exame de angiografia da retina é seguro e clinicamente relevante, com benefícios principalmente no exame de pacientes pediátricos. Sendo ainda necessário estudos com um número maior de pacientes para avaliação dos efeitos adversos comparados a administração intravenosa.pt_BR
dc.emailadvisor.customnorma.allemann@uniofesp.brpt_BR
dc.format.extent31 f.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/67012
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectAdministração oralpt_BR
dc.subjectAdministração endovenosapt_BR
dc.subjectAngiofluoresceinografiapt_BR
dc.subjectAngiografiapt_BR
dc.subjectFluoresceínapt_BR
dc.titleRevisão bibliográfica sobre angiofluoresceinografia com fluoresceína intravenosa e/ou oralpt_BR
dc.title.alternativeBibliographical review on fluorescein angiography with intravenous and/or oral fluoresceinen
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
unifesp.campusEscola Paulista de Medicina (EPM)pt_BR
unifesp.graduacaoTecnologia Oftálmicapt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Gracianna TPI Tecnologia Oftálmica.pdf
Tamanho:
472.84 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
5.72 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: