Logo

Submissões Recentes

Item
Eficácia e mecanismos de atividades condicionantes na melhora do desempenho físico
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-05-31) Vasconcelos, Gustavo César de [UNIFESP]; Pires, Flávio de Oliveira [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/1256465247257763; http://lattes.cnpq.br/4511607189631279; Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Objetivos: Esta tese é dividida em dois estudos, com objetivo de investigar à eficácia e mecanismos de atividades condicionantes na melhora do desempenho físico. O estudo um foi uma revisão sistemática com metanálise (RSMA) desenhada para quantificar o tamanho do efeito melhoria do desempenho pós-ativação (Post-activation performance enhancement; PAPE) no desempenho endurance, analisar a qualidade metodológica e o nível de evidência da literatura. O estudo dois verificou o nível de alteração na excitabilidade córtico-espinhal, potencialização pós ativação (PPA) e força de contração voluntária máxima (CVM) obtidas durante exercício de membro inferior, após contrações voluntárias condicionantes em membro superior e inferior. Métodos: A RSMA foi conduzida de acordo com as diretrizes da Cochrane, realizada a partir da busca em dez bases de dados sem restrição de idioma. O risco de viés foi analisado através da Rob2 e certeza da evidência pelo GRADE. Foi realizada uma metanálise de tamanhos de efeito por modelo de efeitos aleatórios. O estudo dois utilizou uma CVM de flexão de cotovelo e extensão de joelho (2 x 5 s) para potencializar o desempenho na CVM e no tempo limite (Tlim) da contração a 70% da CVM para tarefa de extensão de joelho, enquanto medidas da excitabilidade córtico-espinhal e muscular de membros inferiores foram obtidas. Resultados: A RSMA revelou um efeito PAPE muito pequeno no desempenho de endurance (Z = 2,49; SMD = 0,15), sem influência do intervalo entre a execução das rotinas de condicionamento e o exercício de endurance ou da duração do exercício de endurance. O estudo 2 mostrou que exercício condicionante localizado apresenta melhores resposta de desempenho para CVM (p = 0,01), com efeitos nulos para tarefa de carga sustentada (p = 0,98), nenhuma alteração nas respostas neural quando comparado ao grupo remoto e controle. Conclusão: Concluímos que estratégias com exercícios de condicionamento são ineficazes para melhorar o desempenho de endurance, uma vez que o mecanismo clássico da PPA não tem efeito sobre tipo de exercício. Os resultados reforçam a eficácia de um exercício condicionante localizado na melhora do desempenho de força muscular.
Item
Vozes indígenas na UNICAMP: permanência e formação acadêmica na ótica dos estudantes, uma perspectiva crítica das políticas de apoio estudantil
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-03-22) Santos, Vanilda Soares [UNIFESP]; Souza, Edvânia Ângela de [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/7361975407662731; http://lattes.cnpq.br/6364741632256911; Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Este estudo investiga as políticas de ações afirmativas na educação superior, com ênfase para a permanência estudantil de indígenas na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Busca compreender a efetividade dos auxílios ofertados pelo Serviço de Apoio ao Estudante (SAE), órgão que gerencia o programa de permanência estudantil da Unicamp, na perspectiva dos estudantes indígenas, A pesquisa empírica contemplou estudantes indígenas, admitidos no primeiro vestibular indígena da UNICAMP em 2019, adotou uma abordagem qualitativa e exploratória, empregando métodos de análise bibliográfica, documental e de campo. Baseando-se em fundamentos histórico-dialéticos e análise de conteúdo, o estudo focalizou o perfil socioeconômico, cultural e demográfico dos estudantes indígenas, beneficiários dos auxílios de permanência estudantil matriculados em 2019. Também foram realizadas entrevistas em profundidade com oito estudantes indígenas, com vistas a compreender a sua percepção em relação ao programa de permanência estudantil oferecido pela UNICAMP. Os dados revelam que os estudantes enfrentam dificuldades materiais, sociais e acadêmicas. Espera-se que este estudo, possa subsidiar o aprimoramento e a adaptação das políticas vigentes, promovendo, assim, um ambiente acadêmico mais inclusivo e acessível aos estudantes indígenas na UNICAMP e quiçá em outras universidades.
Item
Efeitos da exposição simultânea ao biocida DCOIT e acidificação marinha sobre o anfípode escavador Tiburonella viscana
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-05-28) Mandelli, Wanessa Gentil [UNIFESP]; Moreira, Lucas Buruaem [UNIFESP]; Choueri, Rodrigo Brasil [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/0408418557980214; http://lattes.cnpq.br/8251258719894689; http://lattes.cnpq.br/5209075236705771; Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
O aumento das concentrações de CO2 (dióxido de carbono) leva a dissociação de íons de hidrogênio, e portanto ao fenômeno de acidificação marinha. De acordo com os cenários projetados pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) a acidificação pode ocasionar uma redução de 0,3 a 0,4 unidades nos valores de pH da superfície do oceano até o final do século. Outro fator que atua na redução da biodiversidade marinha é a introdução de resíduos químicos pelas atividades humanas. Na atividade de navegação, para a prevenção do problema de colonização de estruturas submersas, incluindo cascos de embarcações, por organismos incrustantes, as superfícies são revestidas por tintas especiais a fim de formar um filme para evitar o assentamento de organismos, chamadas tinta anti-incrustantes. Essas tintas agravam a problemática da poluição marinha, uma vez que têm substâncias biocidas na sua formulação. O biocida anti-incrustante DCOIT, é utilizado principalmente pela sua rápida degradação no ambiente marinho, entretanto os resíduos dessa substância já foram encontrados em matrizes ambientais de várias localidades do mundo. O DCOIT apresenta alta hidrofobicidade e lipofilicidade, tendo o sedimento como seu destino final. O objetivo do presente estudo foi determinar, de forma combinada, os efeitos tóxicos do DCOIT em cenários de acidificação marinha utilizando a resposta de biomarcadores do anfípodo escavador Tiburonella viscana como parâmetro de efeitos subletais em exposições de fase sólida. As concentrações crescentes de DCOIT causaram inibição da resposta da GST, AChE e dano em DNA nos pHs 7,7 e 7,4. Para LPO, houve aumento na resposta para o pH intermediário. Este estudo também mostrou evidências da ação oxidativa e genotóxica do DCOIT, e dos mecanismos de desintoxicação e defesa do T. viscana. Espera-se que os resultados gerados por este estudo gerem informações sobre os riscos ecológicos associados a essa substância num cenário de mudanças climáticas e que possam auxiliar no seu monitoramento, gestão e controle.
Item
Serviço Social e o trabalho profissional com crianças e adolescentes na Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência (RCPD) do SUS: por uma perspectiva anticapacitista e de direitos humanos
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-04-24) Santos, Juliana Oliveira Marzola dos [UNIFESP]; Pini, Francisca Rodrigues de Oliveira [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/7613304101759247; http://lattes.cnpq.br/4308660565017560; Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
O presente estudo buscou analisar o trabalho profissional da/o assistente social atuante em equipamentos que compõem a Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência no trabalho com crianças e adolescentes com deficiência no município de Santos/SP, no sentido de identificar a introdução de uma perspectiva anticapacitista, em consonância ao Modelo Social da Deficiência (Oliver, 1999) e de direitos humanos (Paula, 2022). Para tanto, a partir do método histórico-dialético, realizou-se uma pesquisa de campo qualitativa, com utilização da técnica de entrevistas semiestruturadas com três assistentes sociais. Foram utilizadas referências do campo do Serviço Social acerca do trabalho profissional, bem como dos estudos interdisciplinares sobre a deficiência e o capacitismo, dando atenção à literatura que aborda as questões relativas à intersecção entre gênero, classe, raça/etnia e deficiência. A perspectiva da pesquisa é baseada nos princípios promulgados no Estatuto da Criança e do Adolescente (1990), Código de Ética do Serviço Social (1993), e na Lei Brasileira de Inclusão (2015). Mas, além disso, baseia-se em uma práxis anticapacitista e de direitos humanos, que compreende a saúde de forma integral, a deficiência como diversidade humana, e as crianças e adolescentes como sujeitos de direitos. A pesquisa de campo apontou desafios para a formação profissional em Serviço Social no que tange aos Estudos da Deficiência para a compreensão do capacitismo enquanto opressão do sistema vigente. A devolutiva da pesquisa será feita através de envio da dissertação e realização de oficina abordando a temática com as/os profissionais entrevistados.
Item
Mulheres negras e o estado brasileiro: Políticas de desproteção, violações de direitos e invisibilidade
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-03-25) Teixeira, Diana do Carmo [UNIFESP]; Silva, Maria Liduina de Oliveira e [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/8772472007007461; http://lattes.cnpq.br/3662245378782386; Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Esta pesquisa tem como objetivo analisar, em linhas gerais, a dinâmica de atenção destinada as mulheres negras pelas chamadas políticas de proteção desenvolvidas pelo Estado brasileiro. Objetiva-se também apontar conhecimentos que possibilitem contribuir para a promoção de equidade e efetividade nas políticas de proteção voltadas às mulheres negras no Brasil. Para o alcance desses objetivos, este estudo foi embasado em leituras, informações e dados relacionados à política de proteção social, estatísticas, legislações sociais e estudos de autores sobre raça, gênero e violência. Neste sentido, a metodologia adotada envolverá pesquisa bibliográfica e documental. A pesquisa bibliográfica será focada em autores e doutrinas que abordam a relação entre raça e violência. Já a pesquisa documental analisará legislações nacionais, como a Constituição Federal, e as Leis: n° 11.340/06, nº 12.288/10, n° 14.723/2023, n° 12.711/2012, n° 11.096/2005 e a n°10.639/2003. Além disso, serão consideradas reportagens que retratam a situação das mulheres negras no Brasil, juntamente com a análise de dados estatísticos públicos obtidos por meio de plataformas específicas. Compreende que após a análise de todos esses dados, os resultados achados com a pesquisa demonstram que após abolição, verificou-se uma considerável demora jurídica voltada para equiparar os negros dos brancos, cujo lapso promoveu uma hierarquia social, com uma casta com acessos a direitos formada por pessoas brancas, em detrimento de uma população feminina negra carente políticas públicas de proteção Estatal. Por fim, apesar da existência, nos dias atuais, de diversas políticas públicas de caráter protetor no papel, nota-se uma lacuna na abordagem da aplicabilidade para o subgrupo mulheres negras, reflexo de criações de legislações voltadas genericamente para o grupo mulheres, sem análise de dados estatísticos, construção histórica, perfil do que mais morre, perfil financeiro.