Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59741
Title: Avaliação comportamental e eletrofisiológica do processamento auditivo central em indivíduos com traumatismo cranioencefálico leve pré e pós-treinamento auditivo acusticamente controlado
Authors: Gil, Daniela [UNIFESP]
Buriti, Ana Karina Lima [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Brain Injuries
Traumatic
Hearing
Auditory Perception
Electrophysiology
Rehabilitation
Lesões Encefálicas Traumáticas
Audição
Percepção Auditiva
Eletrofisiologia
Reabilitação
Issue Date: 28-May-2019
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract: Objective: To characterize and compare the behavioral and electrophysiological assessments of the central auditory processing in individuals with mild degree of traumatic brain injury, pre, post and after 6 months of acoustically controlled auditory training. Method: The sample was composed of ten individuals between 16 and 64 years after mild traumatic brain injury who underwent behavioral assessment of central auditory processing and electrophysiological assessment of hearing before and after the acomplishment of an acoustically controlled auditory training, which was organized in ten sessions. After concluding the stimulation program, we applied a self-assessment questionnaire. In order to assess the stability of the measurements, the individuals were invited to undergo a new re-assessment six months after the acoustically controlled auditory training. Results: In the behavioral assessment of central auditory processing, we noted changes in all tests, with a higher emphasis on speech in noise (90%), followed by the duration standard (80%). By comparing the pre and post assessments, we noted a statistically significant difference in the speech in noise tests in the left ear, dichotic of alternating disyllables in the right ear, sound localization and Random Gap Detecton Fusion, with better results after the acoustically controlled auditory training. In the electrophysiological assessment, we noted changes in the brain stem in the pre-assessment, besides adequacy in 100% of the individuals for wave III latency and I-III interspike interval on the right. In the assessment of the frequency following response, we noted changes in all waves due to latency delay and/or component absence, mainly for D, E, F and O waves; and after the auditory training, D and E waves on the right. For the cognitive potential, we noted a statistically significant difference for the left P3 amplitude with speech stimulus. Between the pre and post assessments, we noted P300 adequacy in 100% of the individuals on the left ear with tone burst stimulus in the post-assessment. In the self-assessment questionnaire, we noted a higher concentration of responses in a significant improvement for auditory performance aspects in noisy environments, attention and alertness level, as well as self-esteem. Conclusion: The individuals with mild traumatic brain injury show central auditory processing disorder in both behavioral and electrophysiological assessments, which was minimized after the acoustically controlled auditory training.
Objetivo: Caracterizar e comparar a avaliação comportamental e eletrofisiológica do processamento auditivo central em indivíduos com traumatismo cranioencefálico de grau leve, pré, pós e após seis meses do treinamento auditivo acusticamente controlado. Método: A amostra foi constituída por dez indivíduos entre 16 e 64 anos após traumatismo cranioencefálico leve, tendo sido submetidos à avaliação comportamental do processamento auditivo central e avaliação eletrofisiológica da audição antes e após a realização de treinamento auditivo acusticamente controlado, organizado em dez sessões. Após o término do programa de estimulação, foi aplicado um questionário de autoavaliação. Para avaliar a estabilidade das medidas, os indivíduos foram convocados para nova reavaliação seis meses após o treinamento auditivo acusticamente controlado. Resultados: Na avaliação comportamental do processamento auditivo central, observou-se alteração em todos os testes, com maior destaque para a fala no ruído (90%), seguido do padrão de duração (80%). Comparando as avaliações pré e pós, verificou-se diferença estatisticamente significante nos testes de fala no ruído à orelha esquerda, dicótico de dissílabos alternados à orelha direita, localização sonora e Random Gap Detecton Fusion, com melhores resultados após o treinamento auditivo acusticamente controlado. Na avaliação eletrofisiológica, foi observada alteração do tronco encefálico na avaliação pré e adequação em 100% dos indivíduos para a latência da onda III e intervalo interpico I-III à direita. Na avaliação da frequency following response, observou-se alteração em todas as ondas em decorrência do atraso de latência e/ou ausência de componentes, sobretudo para as ondas D, E, F e O, e, após o treinamento auditivo, foi observada redução de alteração para as ondas D e E à direita. Para o potencial cognitivo, observou-se diferença estatisticamente significante para a amplitude de P3 à esquerda com estímulo de fala, entre as avaliações pré e pós. Observou-se adequação do P300 em 100% dos indivíduos à orelha esquerda com estímulo tone burst na avaliação pós. No questionário de autoavaliação, observou-se maior concentração de repostas em melhora significante para os aspectos do desempenho auditivo em ambiente ruidoso, nível de atenção e alerta e quanto à autoestima. Conclusão: Os indivíduos com traumatismo cranioencefálico leve apresentam transtorno de processamento auditivo central na avaliação comportamental e na eletrofisiológica, o qual foi minimizado após o treinamento auditivo acusticamente controlado.
URI: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59741
Other Identifiers: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7665924
Appears in Collections:Tese de doutorado

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.