Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53320
Title: Relação entre sintomas psicológicos, hábitos e preferências alimentares, com a sobrecarga percebida em estudantes universitários
Authors: Ferreira, Joana Pereira de Carvalho [UNIFESP]
Gerevine, Fernanda Pinheiro Machado [UNIFESP]
Siqueira, Thamiris Gonçalves [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
http://lattes.cnpq.br/3737954316290403
http://lattes.cnpq.br/5964891579876844
Rosso, Veridiana Vera de [UNIFESP]
http://lattes.cnpq.br/4938721558237749
Keywords: Sobrecarga universitária
Preferências alimentares
Estresse
Ansiedade
Compulsão alimentar
Issue Date: 3-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: GEREVINE, Fernanda Pinheiro Machado; SIQUEIRA, Thamiris Gonçalves. Relação entre sintomas psicológicos, hábitos e preferências alimentares, com a sobrecarga percebida em estudantes universitários. 2019. 10 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Nutrição) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.
Abstract: Resumo indicativo: O presente estudo teve por objetivo compreender se há relação entre os sintomas de estresse, ansiedade, compulsão alimentar e preferências alimentares de estudantes universitários, em correlação com a carga de trabalho percebida. Avaliou-se também a relação entre estes sintomas e as variáveis de Índice de Massa Corporal (IMC) e sexo. Os dados foram analisados transversal e quantitativamente a partir da aferição antropométrica de massa corporal e estatura, e de questionários autoaplicáveis respondidos voluntariamente. O questionário computadorizado Leeds Food Preference Questionnaire – BR (LFPQ-BR) avaliou os aspectos hedônicos das preferências alimentares a partir dos conceitos de “liking” e “wanting”. A gravidade dos sintomas de estresse, ansiedade e compulsão alimentar, pelo Perceived Stress Scale (PSS-10), Beck anxiety inventory (BAI) e pela Escala de Compulsão Alimentar Periódica (ECAP), respectivamente, todos validados para a população brasileira. A carga de trabalho universitária foi investigada por meio do Questionário de Percepção de Vida Acadêmica (QPVA), o qual foi elaborado para esse estudo. Os dados foram tabulados na plataforma Excel e a análise estatística foi feita pelo software SPSS Statistics adotando o nível de significância p<0,05. Em conclusão, observou-se que os sintomas psicológicos têm maior ocorrência em mulheres, e que se correlacionam fortemente com a sobrecarga de trabalho percebida, com a dificuldade na concentração e execução de tarefas acadêmicas e com os mecanismos hedônicos do comportamento alimentar.
URI: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53320
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FernandaGerevine_ThamirisGoncalves TCC2 nutricao 2019.pdfTCC232.51 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.