Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4815
Title: Aspectos histomorfológicos e respiratórios em modelo de lesão pulmonar aguda por sepse em ratos tratados com pentoxifilina
Other Titles: Histomorphologic and respiratory aspects of acute lung injury in rats induced by experimental sepsis and under pentoxifylline treatment
Authors: Oliveira, Wagner Rogerio Souza de [UNIFESP]
Cavassani, Sâmia Santos [UNIFESP]
Maganhin, Carla Cristina [UNIFESP]
Carbonel, Adriana Aparecida Ferraz [UNIFESP]
Simões, Manuel de Jesus [UNIFESP]
Simões, Ricardo Santos [UNIFESP]
Junqueira, Virginia Berlanga Campos [UNIFESP]
Oliveira-Júnior, Itamar Souza [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Sepsis
Acute lung injury
Mechanical ventilation
Cytokine
Pentoxifylline
Sepse
Lesão pulmonar aguda
Ventilação mecânica
Citocinas
Pentoxifilina
Issue Date: 1-Jan-2009
Publisher: Associação Médica Brasileira
Citation: OLIVEIRA, Wagner Rogerio Souza de et al . Aspectos histomorfológicos e respiratórios em modelo de lesão pulmonar aguda por sepse em ratos tratados com pentoxifilina. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo , v. 55, n. 2, p. 127-131, 2009
Abstract: OBJECTIVE: Respiratory repercussion on acute lung injury in a model of induced sepsis intraperitoneally. METHODS: Fifteen animals taken at random were submitted to adult male Wistar rats. The rats were randomly divided into 3 groups (n=15): Group C - control group received only mechanical ventilation; Group S - rats received live Escherichia coli (E. coli) intraperitoneally (septic) and after 6 hours they were treated with normal saline infusion and ventilated with a low tidal volume. Group S+PTX - rats received live Escherichia coli intraperitoneally (septic) and after 6 hours they were treated with pentoxifylline (PTX) infusion and ventilated with a low tidal volume. All animals were ventilated during 180 minutes. We analyzed the arterial blood gases, gravimetric indices and histomorphometric analysis. RESULTS: Blood gases, wet to dry ratios, and total protein concentrations in the bronchoalveolar lavage were analyzed in all experimental groups. In the end of the experiment the partial pressure of oxygen was higher in the GS+PTX (460,0 ± 38,2 mmHg) compared with GS (336,0 ± 14,6 mmHg). Pentoxifylline with low tidal volume attenuated significantly total protein in the bronchoalveolar lavage. The septal diameter was significantly reduced in the group GS compared with group GS+PTX (P < 0,05). CONCLUSIONS:The pentoxifylline ameliorated the oxygenation and decreased the deleterious effects of sepsis in the associated mechanical ventilation.
OBJETIVO: Analisar as alterações histomorfológicas e respiratórias em modelo de lesão pulmonar aguda por sepse em ratos tratados com pentoxifilina. MÉTODOS: Foram utilizados 15 ratos adultos distribuídos em três grupos (n=5, por grupo), assim constituídos: GC - receberam apenas ventilação mecânica; GS - Animais sépticos tratados com solução salina e mecanicamente ventilados; GS+PTX - Animais sépticos, com infusão de pentoxifilina e mecanicamente ventilados. Todos os animais foram ventilados por um período de 180 minutos. Ao final deste período, foram avaliadas variáveis gasométricas (gasometria arterial), gravimétricas (relação peso úmido/peso seco), concentração de proteínas totais no lavado broncoalveolar e histomorfométricas (espessura dos septos alveolares). Os dados obtidos foram submetidos a análise estatística (P < 0,05) RESULTADOS: A pressão parcial de oxigênio ao final do experimento mostrou-se elevada no grupo GS+PTX (460,0 ± 38,2 mmHg) em relação ao grupo GS (336,0 ± 14,6 mmHg) (P < 0,05). No grupo GS, a concentração de proteínas no lavado broncoalveolar encontrou-se aumentada em relação aos demais grupos; no entanto, se mostrou atenuada após a administração de pentoxifilina. Notamos, pela morfologia em todos os grupos avaliados, vasodilatação nos septos alveolares e no grupo S alguns alvéolos apresentaram-se repletos de macrófagos. Estes aspectos foram atenuados no GS+PTX. A espessura dos septos alveolares mostrou uma significante redução no grupo GS+PTX quando comparado com o grupo GS (P < 0,05). CONCLUSÃO: A pentoxifilina restabelece a oxigenação e reduz os efeitos deletérios do processo de sepse em associação à ventilação mecânica com baixo volume corrente.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4815
ISSN: 0104-4230
Other Identifiers: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302009000200013
Appears in Collections:Em verificação - Geral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0104-42302009000200013.pdf94.21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.