Sistema de Informação e Assistência (SIA) às pessoas com deficiência visual, em modelo plataforma multilateral online | SAI Visual

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2024-04-15
Autores
Dias, Gustavo Roux [UNIFESP]
Orientadores
Tavares, Ivan Maynart [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado profissional
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O estudo estruturou diretrizes para criação de alternativa de ação prática planejada para atender, minimamente, às disposições estabelecidas no Estatuto da Pessoa com Deficiência, partindo do pressuposto “é possível construir uma ferramenta digital com custo exequível à sociedade, prazo de implementação tolerável, ampliação escalável e beneficiária de tecnologias contemporâneas”. Iniciativa indutora de liberdade e autonomia para parcela significativa da população, baseada em tecnologia assistiva; Sistema de Posicionamento Global (GPS na sigla em inglês); e moderado engajamento social; integrados sob modelo plataforma multilateral online; idealizada para estimular mobilidade, acessibilidade e inclusão social para Pessoas com Deficiência, em que o público prioritário são as pessoas cegas e com baixa visão. Para verificar outras hipóteses que parametrizaram o projeto, concebido como diretriz para app digital a ser estruturado; o estudo concentrou esforço em avaliar oportunidades presentes na Web 3.0 e caminhos para usufruir de tecnologias que compartilhem dados georreferenciados e informações via redes de comunicação, a partir de plataformas digitais de oferta e demanda, aprimoradas para oferecer o auxílio assistivo idealizado. E estabeleceu como indispensável, mensurar o potencial de engajamento na sociedade, como fornecedora dos agentes para a reunião e/ou validação de dados indispensáveis ao atendimento pretendido. Identificado como “Sistema de Informação e Assistência (SIA) às Pessoas com Deficiência Visual, em Modelo Plataforma Multilateral Online”, o projeto idealizado pelo estudo alcançou as cinco metas propostas como objetivos fundamentais: (1) Desenvolver o modelo específico de mapa descritivo da “região teste”, segundo conceitos presentes na Lei n.º 13.146/15 e informações auferidas junto aos especialistas e potenciais usuários; (2) Desenvolver o modelo de vocabulário para comunicação em tempo real, a ser estabelecida pelo app; (3) Analisar a viabilidade técnica para a inclusão dos dados necessários à contemplação das metas anteriores, em um sistema que integre geolocalização e suporte individualizado; (4) Indicar as características funcionais do sistema a ser desenvolvido; e (5) Estabelecer formas para inclusão de dados e validação, por colaboradores conectados ao app. A metodologia para reunião das informações pertinentes à verificação de hipóteses e análise dos cenários com os quais o app irá interagir, baseou-se em consultas bibliográficas e de dados secundários observados em estudos acadêmicos e de instituições especializadas; em coleta de informações junto a Entidades Assistenciais, Órgãos Governamentais e Empresas com expertise em Tecnologia da Informação (TI) e Sistema de Informação Geográfica (SIG). E também promoveu busca por dados primários, colhidos através de pesquisas aplicadas pelo pesquisador, individualmente e em pequenos grupos; em 151 voluntários pertencentes aos diferentes perfis estabelecidos como detentores de conhecimento técnico e/ou experiências e vivências pessoais relevantes para o estudo. Como resultados, houve comprovação da viabilidade para desenvolvimento de app que atenda à expectativa inicial (alternativa prática alinhada ao Estatuto e que assista ao público) e satisfaça às necessidades identificadas, baseado em sistemas e redes digitais, GPS e compartilhamento de dados. E com os aprimoramentos conceituais efetuados a partir dos resultados apurados, foram alcançados os objetivos do estudo, e foi promissora a análise sobre metas complementares, admitidas como relevantes em âmbito extra projeto. Perspectiva que incentiva a implementação do “SIA Visual”.
This study created guidelines for developing a practical digital tool to meet the requirements of the Disabilities Act. The goal was to make a user-friendly digital tool, affordable, and aligned with contemporary technologies. The tool aims to enhance freedom and independence for a significant portion of the population, particularly those who are blind or visually impaired, using assistive technology, GPS, and social engagement on an online platform. To explore ideas for the project, the study focused on evaluating opportunities in Web 3.0 and ways to use technology for sharing location-based data and information. It aimed to create an assistive tool and considered societal engagement essential for gathering necessary data. The project, called the Visual Disabilities Information and Assistance System on an Online Platform, successfully achieved its objectives: developing a descriptive map, creating real-time communication vocabulary, analyzing technical feasibility, specifying system functions, and establishing methods for data inclusion and validation by contributors. The study used a method combining literature review, data from academic studies and institutions, and information gathered from entities, government agencies, and technology companies. The primary data collection involved 151 volunteers with various backgrounds relevant to the study. In conclusion, the study confirmed the feasibility of creating an app aligned with the Disabilities Act, meeting public needs using digital systems, GPS, and data sharing. The refined concepts achieved the study's goals, and additional goals considered important beyond the project were also promising. This supports the implementation of the Visual IAS.
Descrição
Citação
DIAS, Gustavo Roux. Sistema de Informação e Assistência (SIA) às pessoas com deficiência visual, em modelo plataforma multilateral online | SIA Visual. 2024. 145 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia, Gestão e Saúde Ocular) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). São Paulo, 2024.