N-acilidrazonas derivadas de cromenos e estudos de atividade biológica

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2018
Autores
Rodrigues, Beatriz Elizabeth [UNIFESP]
Orientadores
Rando, Daniela Gonçales Galasse [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A via JAK-STAT está envolvida na transmissão de informações do meio extracelular para o núcleo. Por meio desta via ocorre a modulação de processos de divisão e diferenciação celular e, assim, sua ativação exacerbada está diretamente vinculada a doenças autoimunes e neoplasias. Na busca de novos compostos antitumorais, derivados N-acilidrazônicos como a nifuroxazida, inibidora da JAK, e os cromenos, inibidores de STAT3, são duas classes químicas que têm sido exploradas com resultados promissores. Este trabalho tem por finalidade a síntese e a avaliação biológica de N-acilidrazonas cromênicas, híbridos moleculares potencialmente moduladoras de JAK e da ativação de STATs. OBJETIVOS: Sintetizar sete derivados N-acilidrazônicos cromênicos, caracterizá-los e testá-os frente a linhagens celulares tumorais. MATERIAL E MÉTODOS: Os compostos foram sintetizados em três etapas sintéticas partindo-se dos ácidos benzóicos correspondentes, e uma quarta etapa paralela de síntese do aldeído cromênico. O produtos foram, então, enviados para ensaios de citotoxicidade frente a células leucêmicas HEL, via reagente MTT, e frente a macrófagos J774 através de ensaios de oxidação da resazurina. RESULTADOS: Das sete moléculas propostas, cinco foram obtidas, caracterizadas e enviadas aos ensaios biológicos. Os ensaios com MTT dos compostos GPQF 302, 303 e 307 demonstraram que estes não foram capazes de inibir a viabilidade das células leucêmicas testadas, evidenciando a não atividade dos três produtos quanto a estas células. Já os ensaios frente a macrófagos J774 mostraram modesta atividade antitumoral, com destaque para o composto GPQF 308. CONCLUSÃO: Os resultados mostram que as modificações propostas não foram eficazes para a ação antitumoral dos compostos, evidenciando que a troca do anel 5-nitrofurânico pelo sistema cromênico foi prejudicial para tal atividade. A perda do sistema nitrado ou do próprio grupo nitro poderia explicar estes achados. Este trabalho foi pioneiro do grupo nas pesquisas por novo antitumorais e ajudou a delinear os novos projetos teóricos e práticos que já se encontram em andamento.
Descrição
Citação
Coleções