Efetividade da infiltração intra-articular guiada por imagem: comparação entre fluoroscopia e ultrassom

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013-12-01
Autores
Furtado, Rita Nely Vilar [UNIFESP]
Pereira, Daniele Freitas [UNIFESP]
Luz, Karine Rodrigues da [UNIFESP]
Santos, Marla Francisca dos [UNIFESP]
Konai, Monique Sayuri [UNIFESP]
Mitraud, Sônia de Aguiar Vilela [UNIFESP]
Rosenfeld, Andre [UNIFESP]
Fernandes, Artur da Rocha Correa [UNIFESP]
Natour, Jamil [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
OBJECTIVE: Compare the effectiveness of ultrasound and fluoroscopy to guide intra-articular injections (IAI) in selected cases. MATERIAL AND METHODS: A prospective study in our outpatient clinics at the Rheumatology Division at Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Brazil, was conducted to compare the short-term (4 weeks) effectiveness of ultrasound and fluoroscopy-guided IAI in patients with rheumatic diseases. Inclusion criteria were: adults with refractory synovitis undergoing IAI with glucocorticoid. All patients had IAI performed with triamcinolone hexacetonide (20mg/ml) with varying doses according to the joint injected. RESULTS: A total of 71 rheumatic patients were evaluated (52 women, 44 whites). Mean age was 51.9 ± 13 years and 47 of them (66.2%) were on regular DMARD use. Analysis of the whole sample (71 patients) and hip sub-analysis (23 patients) showed that significant improvement was observed for both groups in terms of pain (P < 0.001). Global analysis also demonstrated better outcomes for patients in the FCG in terms of joint flexion (P < 0.001) and percentage change in joint flexion as compared to the USG. Likert scale score analyses demonstrated better results for the patients in the USG as compared to the FCG at the end of the study (P < 0.05). No statistically significant difference between groups was observed for any other study variable. DISCUSSION AND CONCLUSION: Imaging-guided IAI improves regional pain in patients with various types of synovitis in the short term. For the vast majority of variables, no significant difference in terms of effectiveness was observed between fluoroscopy and ultrasoundguided IAI.
OBJETIVOS: Comparar a curto prazo (04 semanas) a efetividade das infiltrações intra-articulares (IIA) guiadas por fluoroscopia (FC) e ultrassom (US) em pacientes com enfermidades reumáticas. MATERIAL E MÉTODOS: Foi realizado um estudo controlado e prospectivo em pacientes portadores de doenças reumáticas captados dos ambulatórios da Disciplina de Reumatologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Brasil. Critério de inclusão: adultos com indicação de IIA com corticosteróide por sinovite refratária. Todos os pacientes forma infiltrados com hexacetonide triancinolona (20 mg/mL) com doses variáveis, de acordo com a articulação estudada. RESULTADOS: Foram avaliados 71 pacientes (52 mulheres; 44 brancos), portadores de enfermidades reumáticas variadas. A média de idade era 51,9 ± 13 anos e 47 deles (66,2%) faziam uso de drogas modificadora do curso da doença (DMARD). Na análise global da amostra (71 pacientes) e na subanálise coxofemoral (23 pacientes), observou-se melhora estatística (p < 0,001) em ambos os grupos quanto à EVA de dor. Na análise global observou-se aumento significativo da flexão articular (p < 0,001) e um Δ de flexão maior a favor do grupo guiado por FC. A avaliação de melhora segundo Likert Scale mostrou diferença significativa (p < 0,05) entre os grupos na avaliação global, nas proporções inalterado e melhor, a favor do grupo guiado por US. Não foi observada diferença estatisticamente significante entre os grupos para qualquer outra variável. CONCLUSÃO: A IIA guiada por imagem melhorou a dor regional, a curto prazo, relacionada à sinovite de vários tipos de articulações. Para a grande maioria das variáveis avaliadas não houve diferença entre a efetividade da IIA guiada por US ou FC.
Descrição
Citação
Revista Brasileira de Reumatologia. Sociedade Brasileira de Reumatologia, v. 53, n. 6, p. 476-482, 2013.
Coleções