Educação continuada / permanente: protagonizadoras do processo de ensino e aprendizagem em Enfermagem na terapia intensiva

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2008
Autores
Viana, Renata Andréa Pietro Pereira [UNIFESP]
Orientadores
Maia, José Antonio [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
As experiências de ensino-aprendizagem são determinadas pelo contexto político, social, cultural e econômico no qual estamos inseridos. No mundo moderno, com a globalização, há a exigência de profissionais cada vez mais atualizados, polivalentes e voltados para a realidade do custo-efetividade; onde devem ser desenvolvidas atitudes contínuas de aprende a aprender. Com isso, este trabalho buscou investigar, através das constantes transformações vivenciadas por enfermeiros do serviço de terapia intensiva de um hospital terciário de grande porte, suas relações de trabalho que, associadas às inovações tecnológicas e ao ambiente estressante da UTI, impõem novas ligações com o mundo de trabalho e, conseqüentemente, novas exigências quanto ao perfil do enfermeiro intensivista. O trabalho foi desenvolvido em quatro encontros, fundamentados sobre a técnica de Grupo Focal, considerada como uma estratégia metodológica qualitativa. Participaram dois observadores, cuja função era a de tomar nota das impressões verbais e não verbais, tanto do moderador quanto dos oito enfermeiros participantes e que atuam no Serviço de Terapia Intensiva do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo-SP. Nesse cenário, buscou-se a definição do perfil profissional do enfermeiro intensivista. Observou-se uma mudança nos modelos tradicionais de ensino, pois a participação desses profissionais implicou no aproveitamento do potencial intelectual, garantindo a satisfação e motivação pelos participantes. As transcrições das gravações dos encontros tornaram clara a necessidade de um programa de educação continuada/permanente voltado para esses profissionais, objetivando aprimorar a assistência ao paciente grave. Evidenciou-se que há um perfil específico, tanto na formação quanto nos aspectos pessoais para atuar em terapia intensiva, tendo em vista as características específicas que envolvem o setor. Mostrou-se também que o desenvolvimento de conhecimentos específicos por esses profissionais ocorre em situações do cotidiano, a partir das quais se constroem competências, ou seja, o aprimoramento profissional não é resultado de um processo cumulativo e mecânico. Para isso, torna-se necessário considerar todo o contexto em que esse profissional está inserido, seja ele de vida, de trabalho, em que lócus de experiência e saber são estruturados, absorvido e elaborados esses atributos. Com os dados obtidos, espera-se elaborar, implementar e avaliar um programa de capacitação para enfermeiros que atuam em terapia intensiva, a partir da definição do perfil de competências adequado, na estratégia da educação continuada/permanente que deve nortear-se pela busca do cuidado integral ao paciente, construído desde a formação do enfermeiro e firmado em seu cotidiano através de atividades participativas, críticas e reflexivas.
The teaching and learning experiences are determined by the political, social, cultural and economic context we live in. The modern and globalized world demands professionals who are increasingly more updated, able to do different tasks and concerned about cost-effectiveness, and to learn to learn. Therefore, this study aimed to investigate, departing from the constant changes experienced by nurses of an intensive care unit (ICU) of a large tertiary-care hospital, the work relations, which together with technological innovations and stressing environment of an ICU, impose new conditions in the job market and, consequently, new educational requirements for intensive care nurses. The study was developed in four focus group meetings, a qualitative methodological strategy in which two observers took notes of verbal and non-verbal impressions of the moderator and of eight nurses who work in the Intensive Care Unit of the Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo-SP. In this context, we tried first to define the professional profile of intensive care nurses. We observed a substantial change of traditional teaching models, since the participation of these professionals resulted in taking advantage of intellectual potentials, assuring satisfaction and motivation of these healthcare workers. The transcriptions of recordings revealed the need for a continued/permanent education program directed to these nurses, who believed that such effort would benefit care of severely-ill patients. It was evidenced that there is a specific profile, related both to previous formation and to personnel aspects, to work in intensive care unit, considering the particular features of the sector. Moreover, development of a specific body of knowledge by nurses occurs dayly work, what means that is professional growing is not a result of accumulated and mechanical processes. Hence, it is necessary to consider the whole context this professional is in, be it life or work context, the place where experience and knowledge are structured, absorbed and elaborated. With the data collected, we expect to plan, implement and evaluate a competence-based development program for nurses who work in intensive care units, departing from the desired professional profile and planned to occur in a permanent way. Such program must value the search for integral care of critical patient, and considerate previous education of the professionals, stimulating participative, critical and reflexive activities.
Descrição
Citação
VIANA, Renata Andréa Pietro Pereira. Educação continuada / permanente: protagonizadoras do processo de ensino e aprendizagem em Enfermagem na terapia intensiva. 2008. 131 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2008.