Competências socioemocionais de professores em um curso técnico em enfermagem

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2020-12-18
Autores
Azevedo, Camila Moraes De [UNIFESP]
Orientadores
Balsanelli, Alexandre Pazetto [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introduction: Socioemotional skills are extremely necessary in today's world to establish effective interpersonal relationships that have an impact on teacching and learning process and at work. In this study, an attempt was made to look at teachers in a technical nursing course. Objectives: 1. Identify the socio-emotional competences of teachers who work in a technical course in Nursing; 2. List the socio-emotional skills with teachers who work in a technical Nursing course; 3. Experiencing and reflecting with teachers the socio-emotional skills listed to teach and learn in teaching practice. Method: this is a qualitative study in the form of action research. The inclusion criteria were: be a teacher at a techical Nursing in the city of São Paulo, SP, Brazil and be directly articulated with the teaching-learning process according to the values, mission and vision of the school in question. Data collection took place from December 2018 to June 2019 through five focal meetings. The themes of the meetings were: what is meant by socioemotional skills, which are considered the most relevant for this audience and the experiences on the development of these skills. Results: the data were analyzed using the content analysis technique, according to Bardin. They were classified into 2 categories and 5 subcategories, namely: 1) Teacher's socio-emotional skills in a conceptual and experiential perspective; and the subcategories 1.a) perception and understanding of the socio-emotional skills needed to be a teacher; 1.b) definition and understanding of the socioemotional skills essential to the teacher, listed by the participants and 1.c) perception of the importance of the teacher / student relationship for the development of socioemotional skills. The second category was as follows: 2) Socioemotional competences of the teacher in a conscious perspective of the lived experiences, with the subcategories: 2.a) self-perception of socioemotional competences and 2.b) development of the perception of the other and for the other. Among the various competences mentioned, the five most promising for the scenario in question stood out. The speeches of the meetings demonstrate that socio-emotional skills are a latent theme in the hearts of the teachers who were part of this study. They emphasized that these are important in the teaching-learning process, in addition to their correlation with the world of work and life. Conclusion: the group of teachers identify socio-emotional competences, listed the most promising socio-emotional competences: self-control, creativity, empathy, respect and know hear; and, they had the opportunity to experience them in the teaching-learning process. There was a strong awareness of the professors in relation to the importance of working on these skills in order to train people motivated to transform their social and professional reality in the face of a world highly globalized by technologies,
Introdução: As competências socioemocionais são extremamente necessárias no mundo atual para estabelecer relações interpessoais eficazes e de impacto no processo ensinoaprendizagem e no mundo laboral. Neste estudo, procurou-se voltar o olhar para o professor em curso técnico em Enfermagem. Objetivos: 1. Identificar as competências socioemocionais dos professores que atuam em um curso técnico em Enfermagem; 2. Elencar as competências socioemocionais com os professores que atuam em um curso técnico em Enfermagem; 3.Vivenciar e refletir com os professores as competências socioemocionais elencadas para ensinar e aprender na prática docente. Método: trata-se de um estudo qualitativo na modalidade da pesquisa-ação. Os critérios de inclusão foram: ser professor do curso técnico em Enfermagem na cidade de São Paulo, SP, Brasil e estar diretamente articulado com o processo ensino-aprendizagem de acordo com os valores, missão e visão da escola em questão. A coleta de dados deu-se de dezembro de 2018 a junho de 2019 por meio da realização de 5 encontros focais. Os temas dos encontros foram: o que se entende por competências socioemocionais, quais se consideram as mais relevantes para este público e as vivências sobre o desenvolvimento destas competências. Resultados: os dados foram analisados utilizando-se a técnica de análise de conteúdo, segundo Bardin. Foram classificados em 2 categorias e 5 subcategorias, a saber: 1) Competências socioemocionais do professor em uma perspectiva conceitual e vivencial; e as subcategorias 1.a) percepção e compreensão sobre as competências socioemocionais necessárias ao professor; 1.b) definição e compreensão sobre as competências socioemocionais essenciais ao professor, elencadas pelos participantes e 1.c) percepção da importância da relação professor/aluno para o desenvolvimento das competências socioemocionais. A segunda categoria foi a seguinte: 2) Competências socioemocionais do professor em uma perspectiva consciente das experiências vividas, com as subcategorias: 2.a) autopercepção das competências socioemocionais e 2.b) desenvolvimento da percepção do outro e para o outro. Dentre as várias competências citadas destacaram-se as cinco mais promissoras para o cenário em questão. As falas dos encontros demonstram que as competências socioemocionais são um tema latente no coração dos professores que fizeram parte deste estudo. Destacaram que estas são importantes no processo ensino-aprendizagem, além de sua correlação com o mundo laboral e para a vida. Conclusão: o grupo de professores identificou as competências socioemocionais, elencou as competências socioemocionais mais promissoras: autocontrole, criatividade, empatia, respeito e saber ouvir; e, tiveram a oportunidade de vivenciá-las no processo ensinoaprendizagem. Houve uma forte conscientização do professorado em relação a importância de se trabalhar essas competências a fim de formar pessoas motivadas para a transformação de sua realidade social e profissional diante de um mundo altamente globalizado pelas tecnologias.
Descrição
Citação